Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Luto

Após sofrer derrame em cena, Umberto Magnani morre aos 75 anos

Caiuá Franco/TV Globo

Unberto Magnani em cena de Velho Chico, em que interpreta o padre Romão - Caiuá Franco/TV Globo

Unberto Magnani em cena de Velho Chico, em que interpreta o padre Romão

REDAÇÃO

Publicado em 27/4/2016 - 12h19

O ator Umberto Magnani não resistiu ao AVE (Acidente Vascular Encefálico) que sofreu na última segunda-feira (25), dia em que completou 75 anos de idade, e morreu na manhã desta quarta-feira (27), no Rio de Janeiro. Ele estava nos Estúdios Globo, esperando para gravar uma cena de Velho Chico, quando passou mal, foi socorrido no local e logo em seguida levado a um hospital da Barra da Tijuca.

Magnani passou por uma cirurgia de seis horas, teve uma parada cardíaca e ficou internado em coma profundo. De acordo com sua filha, Ana Júlia, os médicos afirmaram que seria muito difícil ele sobreviver sem sequelas do AVE, quando há entupimento ou rompimento de algum vaso sanguíneo no cérebro.

Magnani está no ar em Velho Chico, na qual interpreta o padre Romão, personagem que circula entre diferentes núcleos da trama. Nos capítulos já entregues aos atores, o personagem teria participação importante. Por exemplo, seria responsável por mediar o encontro entre as rivais Tereza (Camila Pitanga) e Luzia (Lucy Alves).

O ator será substituído por Carlos Vereza, que interpretará um outro padre, Benício. Na trama, padre Romão receberá um chamado urgente para se tornar conselheiro do seminário de São Francisco das Chagas, e o padre Benício ocupará seu cargo na fictícia Grotas do São Francisco.

Biografia

Magnani nasceu em Santa Cruz do Rio Pardo em 25 de abril de 1941 e ingressou na Escola de Artes Dramáticas (EAD) em 1965. Três anos depois, entrou para o Teatro de Arena e começou a se destacar nos palcos. Chegou a ganhar o Prêmio Governador do Estado por seu desempenho nas peças Às Margens do Ipiranga e Nossa Cidade. Na área administrativa, trabalhou como diretor regional da Fundação Nacional de Artes Cênicas, do Ministério da Cultura.

Na TV, Magnani atuou em mais de 20 novelas, como a primeira versão de Mulheres de Areia (1973), da Tupi, e Éramos Seis (1994), do SBT. Sua carreira na Globo começou em 1980. Ele foi considerado uma espécie de "talismã" do autor Manoel Carlos _atuou em Felicidade (1991), História de Amor (1995),  Por Amor (1997), Laços de Família (1999), Presença de Anita (2001), Mulheres Apaixonadas (2003) e Páginas da Vida (2006).

Velho Chico marcava seu retorno à emissora após oito anos na Record, onde participou de Chamas da Vida (2008) e Milagres de Jesus (2014), entre outras produções.

Nas redes sociais, atores deixam suas homenagens a Magnani. Fabíula Nascimento, que contracenou com ele em Velho Chico, publicou no Twitter: "Com o coração despedaçado te digo até breve, meu veio!". Dan Stulbach, que trabalhou com Magnani em Mulheres Apaixonadas, reconheceu o talento do colega. "Umberto Magnani. Grande ator e amigo. Papos, risadas e histórias que vou lembrar sempre. Enorme carinho. Obrigado", declarou. 

Pelo Instagram, Leona Cavalli, no ar em Totalmente Demais, disse: "Ontem cheguei no hotel onde fico quando estou gravando e lembrei do querido Umberto Magnani, que sempre encontrava no jantar, junto com outros atores. Não sabia do AVC, soube depois. E agora soube de sua passagem. Um grande ator e grande ser humano, que vá em paz e continue iluminando com seu amor os caminhos por onde passar". Carolina Dieckmann postou uma mensagem de despedida como legenda de uma foto em que aparece ao lado do ator em cena de Laços de Família. "Um coração. Doce. Muito. Que você tenha um voo lindo; suave, carregado do amor que você plantou. Beijo. Até", escreveu a atriz. 

O velório do ator acontecerá no Teatro de Arena, em São Paulo, a partir das 21h. Na quinta-feira (28), o corpo será levado para Santa Cruz do Rio Pardo, cidade natal de Magnani, onde será sepultado às 14h no Cemitério Municipal de Santa Cruz do Rio Pardo.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?