Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

No Réveillon

De traficante de salto a rainha inglesa: dez séries que você tem de ver em 2017

Divulgação/Montagem

Alice Braga (à esq.) em Rainha do Sul, Evan Rachel Wood em Westworld e Claire Foy em Crown - Divulgação/Montagem

Alice Braga (à esq.) em Rainha do Sul, Evan Rachel Wood em Westworld e Claire Foy em Crown

JOÃO DA PAZ

Publicado em 1/1/2017 - 6h28
Atualizado em 1/1/2017 - 9h56

O ano de 2016 foi bem agitado no mundo das séries. Teve de atração despretensiosa que cravou espaço nas principais premiações da TV (Stranger Things) a drama caro que correspondeu às expectativas (Westworld). Os últimos 12 meses também trouxeram revelações como a neta de Elvis Presley em The Girlfriend Experience e a boa estreia da brasileira Alice Braga em uma série norte-americana.

O Notícias da TV lista dez séries que estrearam em 2016 e que merecem ser vistas:

divulgação/usa network

Em A Rainha do Sul, Alice Braga vive a trajetória de uma mexicana rumo ao topo do crime

A Rainha do Sul
A atriz brasileira Alice Braga assumiu a responsabilidade de interpretar a protagonista da série A Rainha do Sul (Space), a mexicana Teresa Mendoza, que já teve sua história contada em livro e em novela. E ela não decepcionou. Alice gravou cenas fortes, como um estupro, e ganhou elogios rasgados da mídia norte-americana. A atração começa contando o final da trama, mostrando a mexicana, já como uma traficante de renome, sendo assassinada. Apesar disso, consegue manter a atenção do telespectador, que quer descobrir como ela deixou de ser a ingênua namorada de um bandido.

divulgação/fx

Cuba Gooding Jr. (à esq.) e Courtney B. Vance esbanjaram talento em American Crime Story

American Crime Story
A primeira temporada da série American Crime Story (FX) chegou com altas expectativas e correspondeu a todas elas. A cada ano, a atração contará um grande caso criminal. Na estreia, reconstituiu o julgamento do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, que parou os Estados Unidos em meados dos anos 1990. Com estrelas de peso no elenco, como Sarah Paulson, Cuba Gooding Jr. e John Travolta, American Crime Story abocanhou nove Emmys neste ano, incluindo o de melhor minissérie. A segunda temporada acompanhará um grupo de seis pessoas afetadas pelo furacão Katrina, que devastou a cidade de Nova Orleans em 2005.

divulgação/amazon

Após brilhar na primeira tempoada de Fargo, o ator Billy Bob Thornton arrasa em Goliath

Goliath
O grande sucesso de 2016 da Amazon, a rival da Netflix nos Estados Unidos, foi Goliath. Estrelada por Billy Bob Thornton (Fargo), o drama tem pedigree: é assinado por David E. Kelley (The Practice, Boston Legal). Kelley é um dos poucos produtores que conseguiu emplacar séries nas quatro redes abertas TVs norte-americanas (ABC, CBS, Fox e NBC). Em sua estreia online, ele criou um drama sobre um advogado decadente (Thornton), que vê a oportunidade de se vingar do seu maior rival, dono de uma gigante firma de advocacia de Los Angeles. Sem divulgar números, a Amazon disse que Goliath teve a melhor audiência de uma série estreante nos primeiros dez dias de exibição.

divulgação/fox

Com Clayne Crawford (à esq.) e Damon Wayans, Máquina Mortífera é uma série para relaxar

Máquina Mortífera
Para entender a graça de Máquina Mortífera (Warner), é preciso se livrar do olhar crítico treinado com séries policiais de alto nível, como The Night Of, por exemplo. O remake do filme cult dos anos 1980 não foi criado para ser o suprassumo do gênero, mas sim para entreter _o que faz muito bem. O entrosamento da dupla Clayne Crawford e Damon Wayans é a força da atração. Eles protagonizam cenas divertidíssimas. Nos EUA, Máquina Mortífera é a terceira maior audiência entre as séries estreantes em 2016.

divulgação/own

Os atores Kofi Siriboe, Dawn-Lyen Gardner e Rutina Wesley em imagem da série Queen Sugar

Queen Sugar
A apresentadora Oprah Winfrey lançou seu canal, OWN, em 2011, e no ano seguinte emplacou sua primeira série original (The Haves and the Have Nots), no ar até hoje. Mas somente em 2016 o canal conseguiu cravar dois sucessos: Greenleaf e Queen Sugar. Este último foi criado pela cineasta Ava DuVernay (Selma), adaptando a história de um livro homônimo. Queen Sugar mostra os desafios de três filhos que herdam do pai uma fazenda de plantação de cana-de-açúcar na região de New Orleans (EUA).

divulgação/netflix

As estrelas de Stranger Things: Gaten Matarazzo, Finn Wolfhard e Caleb McLaughlin

Stranger Things
Lançada despretensiosamente no meio do ano, Stranger Things (Netflix) roubou a atenção de telespectadores de todo o mundo e terminou 2016 como uma das melhores séries, com presença em premiações importantes, do Globo de Ouro ao Grammy. O segredo da produção foi resgatar uma cinematografia dos anos 1980 para contar uma história de amizade entre três crianças que buscam um amigo perdido em mundo habitado por monstros. Stranger Things revelou Millie Bobby Brown, intéprete da "X-Men" Eleven, personagem capaz de quebrar o pescoço de inimigos e capotar carros apenas com o poder da mente.

divulgação/netflix

A atriz Claire Foy dá o tom certo ao interpretar a jovem rainha Elizabeth II em The Crown

The Crown
Ao contrário de Stranger Things, The Crown estreou com muita pompa e com o rótulo de série mais cara já produzida pela Netflix. No final das contas, a atração causou reações antagônicas. O drama sobre a ascensão de Elizabeth Alexandra Maria (Claire Foy) ao trono do Império Britânico nos anos 1950 recebeu boas avaliações da crítica, apesar de ter registrado a segunda pior audiência do ano entre as séries estreantes da Netflix. A proposta de The Crown é contar, a cada temporada, uma década da vida da Rainha Elizabeth II.

divulgação/starz

Atuação de Riley Keough em Girlfriend Experience rendeu uma indicação ao Globo de Ouro

The Girlfriend Experience
Com a neta de Elvis Presley como protagonista, The Girlfriend Experience (Fox 1) recebeu da revista The New Yorker o título de "melhor série do ano". Inspirado no filme Confissões de uma Garota de Programa (2009) e produzido pelo cineasta Steven Soderberg, o drama explora o mundo da prostituição de luxo de maneira elegante e sensual. Na primeira temporada, a atriz Riley Keough interpretou Chistine Reade, uma estudante de Direito que decidiu se tornar acompanhante de luxo, assumindo a identidade de Chelsea. Renovada para o segundo ano, The Girlfriend Experience terá uma nova história e novos personagens.

divulgação/nbc

Sterling K. Brown (à esq.), Chrissy Metz e Justin Hartley formam o trio de ferro de This Is Us

This Is Us
Nos últimos anos, os grandes dramas norte-americanos vieram de canais pagos. Em 2015, a rede ABC trouxe American Crime, produção que agradou ao público fã de uma trama mais elaborada. Em 2016, foi a vez da NBC apostar nesse estilo com This Is Us _e deu certo. A série é a líder de audiência na TV aberta entre o público adulto nos Estados Unidos, considerando apenas as atrações novatas. No ranking geral, o drama fica atrás apenas dos megassucessos Empire e The Big Bang Theory. This Is Us conta a história de três pessoas que fazem aniversário no mesmo dia, misturando cenas do passado (36 anos atrás) com o presente. O drama trata de questões raciais e de obesidade.

divulgação/hbo

O brasileiro Rodrigo Santoro viveu um fora da lei do Velho Oeste na série Westworld, da HBO

Westworld
Após muitas polêmica e atrasos, Westworld finalmente estreou em outubro, e o resultado final foi: a série salvou o ano da HBO. O canal teve de cancelar Vinyl e anunciar que daqui a duas temporadas seu maior produto, Game of Thrones, vai acabar. Westworld veio com a responsabilidade de substituir GoT como a série linha de frente da HBO e, pelo visto pela primeira temporada tem tudo para assumir esse posto. No Globo de Ouro, Westworld concorrerá em três categorias, uma a mais do que GoT. A segunda temporada deve só estrear em 2018.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas