A Garota da Moto

Atriz aprende novos golpes de luta para voar em cena em série do SBT

Divulgação/Mixer

A atriz Christiana Ubach em cena da primeira temporada de A Garota da Moto, série nacional do SBT  - Divulgação/Mixer

A atriz Christiana Ubach em cena da primeira temporada de A Garota da Moto, série nacional do SBT

REDAÇÃO - Publicado em 06/04/2018, às 06h09

Christiana Ubach é uma atriz esforçada. Apesar dos mais de dois anos de intervalo entre as gravações da primeira e da segunda temporadas da série A Garota da Moto, ela não parou de treinar artes marciais. Na produção da Mixer para o SBT, que voltou a ser gravada na semana passada, Christiana interpreta uma motogirl que passa a lutar para se defender de poderosos inimigos. Na nova temporada, prevista para estrear em novembro, ela vai literalmente voar em cena.

Para dar vida a Joana, a ex-Malhação teve que aprender a pilotar moto e a lutar kung fu. As gravações da primeira temporada acabaram em fevereiro de 2016. Mas Christiana, de 30 anos, voltou ao set ainda mais preparada.

"Ela se aperfeiçoou mais ainda", conta o produtor João Daniel Tikhomiroff, que assina a direção-geral da série. Segundo ele, Christiana está treinando com um instrutor para aprender a dar golpes aéreos, que a farão voar na tela da TV.

O executivo da Mixer conta que a atriz dispensa dublê na maioria das cenas. "A Chris faz todas as cenas de ação. A gente tem dublês, mas ela é meio Tom Cruise", diz, referindo-se ao astro norte-americano famoso por realizar suas próprias cenas de ação _e por se machucar em muitas delas, atrasando as filmagens.

Exibida entre julho e agosto de 2016, antes do Programa do Ratinho, a primeira temporada de A Garota da Moto surpreendeu o SBT. A série chegou a dar picos de 16 pontos no Ibope e foi a segunda maior audiência do SBT naquele ano.

A nova safra de 26 episódios custará R$ 9,1 milhões, de acordo com a Ancine (Agência Nacional do Cinema), dos quais aproximadamente R$ 3 milhões serão provenientes de incentivos fiscais.

Mais rica, a segunda temporada terá mais ação, novos vilões e uma edição mais ágil. Daniela Escobar segue como a malvada Bernarda. Ana Flavia Cavalcanti, revelada na recente Malhação: Viva a Diferença, será uma vilã. Adriana Lessa fará uma participação.

Boy band
O sucesso de A Garota da Moto estimulou o SBT a investir em novas séries, segundo Fernando Pelégio, diretor artístico da emissora. Em 18 de julho, entra no ar Z4, orçada em R$ 4,7 milhões (com R$ 3 milhões de recursos incentivados).

A produção da Formata mostrará um empresário musical decadente, Zé (Werner Schünemann), que decide lançar uma boy band e fazer os meninos se comportarem todos iguais, embora eles sejam muito diferentes.

Z4 já nasce com mercado internacional aberto. Ela será exibida pelo Disney Channel na América Latina e Caribe. Todas as suas músicas terão versões em português e espanhol.

Se Z4 emplacar e A Garota da Moto repetir o sucesso de 2016, o SBT já tem engatilhada novas séries para produzir em 2019.

Leia também

 

 

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook