Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Análise

Record faz Xuxa passar vergonha com chamadas amadoras

Reprodução/TV Record

Xuxa abraça figurante fantasiado de televisor: departamento de chamadas da Record já teve dias melhores - Reprodução/TV Record

Xuxa abraça figurante fantasiado de televisor: departamento de chamadas da Record já teve dias melhores

DANIEL CASTRO

Publicado em 3/7/2015 - 6h47
Atualizado em 3/7/2015 - 7h35

Xuxa nunca foi referência de bom gosto. Pelo contrário, a breguice sempre foi uma marca da apresentadora. Mas a Record não precisava esculachar. As chamadas de seu programa na outra inimiga rede de Edir Macedo são um tributo à vergonha alheia. Dizer que elas foram criadas por estudantes no primeiro dia de faculdade seria ofensivo aos universitários.

Lançada há três semanas, uma das primeiras chamadas trazia Xuxa desempregada, procurando emprego em classificados de jornal. Imediatamente virou piada nos bastidores da Globo, que dispensou a apresentadora no final do ano passado. Mas a "humildade" da desempregada com voz de criança era contrastada com o falso glamour de sua suposta vida de milionária. Xuxa cometia infrações de trânsito no volante de um carro de R$ 1 milhão e desfilava com cachorrinho de madame. Passou a imagem de arrogante.

Duas novas chamadas só pioraram o cenário. Em uma delas, Xuxa surge operando teleprompter para um Marcelo Rezende visivelmente constrangido com o roteiro de quinta categoria. O operador de teleprompter (aparelho que projeta textos para o apresentador ler como se estivesse falando com a câmera) fica no subsolo da hierarquia televisiva. E na chamada a Record revela que Xuxa nem teleprompter sabe operar. Então seria ela será capaz de imitar Ellen DeGeneres, a apresentadora americana que veste roupas masculinas?

Em outra chamada, a Record extrapolou na "criatividade". Inventou uma "fuga das TVs". Telespectadores dão depoimentos sobre o sumiço de seus televisores. Multidões vão para as ruas protestar pela volta dos aparelhos. Os apresentadores da Record noticiam o "fato" surreal. "Uma das TVs resolveu se manifestar, procurou o Rodrigo Faro", anuncia César Filho. "E agora a televisão brasileira vai falar", diz Faro, entregando o microfone para uma pessoa fantasiada de televisor. "Nós queremos nossa rainha de volta", exige. E entra Xuxa, vestida de Ellen DeGeneres (ou seria de repórter do CQC?), abrançando uma pessoa vestida de... televisor.

Uma palavra define: constrangedor. A publicidade, a televisão e até mesmo o departamento de chamadas da Record já tiveram dias melhores. A julgar pela propaganda de lançamento, o programa da ex-"rainha dos baixinhos", com estreia prevista para 17 de agosto, será uma bomba.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?