Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SUBSTITUÍDA

Salve-se Quem Puder: Luna se abala com declaração de amor de Helena; entenda

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Montagem das atrizes Flávia Alessandra e Juliana Paiva em cena como Helena e Luna/Fiona de Salve-se Quem Puder

Helena (Flávia Alessandra) e Luna/Fiona (Juliana Paiva) terão uma conversa séria em Salve-se Quem Puder

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 12/3/2020 - 5h10

Luna/Fiona (Juliana Paiva) ficará abalada ao ouvir Helena (Flávia Alessandra) declarar seu amor pelos filhos postiços. Em Salve-se Quem Puder, a mocinha sondará a empresária e perguntará qual é o seu sentimento pelos enteados. Quando a madame disser que ama Téo (Felipe Simas) e Micaela (Sabrina Petraglia), a protagonista segurará o choro ao lembrar que foi abandonada pela mãe no passado.

personagem de Flávia Alessandra pedirá para conversar a sós com a fisioterapeuta antes de uma sessão do diretor de novelas. "Não precisa mais se desculpar por ter ido lá em casa. Eu já entendi por que a senhora me seguiu", dirá a mexicana. A loira falará que se arrependeu da atitude e reafirmará que só está preocupada com a recuperação do herdeiro de Hugo (Leopoldo Pacheco).

"Toda mãe é muito ligada com a sua cria", justificará a dona do Empório Delícia. "Claro. Só uma mãe muito insensível pra não se preocupar com o bem-estar de um filho, né?", rebaterá a herdeira de Mário (Murilo Rosa), sentida. "Eu sempre digo que um filho é um presente de Deus. Pra ensinar pra gente o que é o verdadeiro amor, o amor mais puro. Eu cuido mais do Téo do que de mim mesma", dirá a ricaça.

Nesse momento, um flashback mostrará Helena cuidando de Luna pequena. "Eu vou cuidar de você melhor do que eu cuido de mim! Porque você é um presente que Deus me deu. Pra me ensinar o que é o verdadeiro amor", terá dito a empresária no passado. A protagonista perceberá que a frase dita pela mãe foi a mesma antes de abandoná-la no México.

Trocada

Perdida na lembrança, a mocinha precisará segurar o choro. "E ela? Você também ama a sua filha?", perguntará a estrangeira em um impulso. "Claro que eu também amo minha filha. Adoro a Micaela. Ela e o Téo não são meus filhos biológicos, mas é como se fossem. Não sei o que seria da minha vida sem eles", responderá Helena.

"Uma mãe precisa dos seus filhos, né? Imagina ficar separada deles, o difícil que deve ser", dirá a garçonete, arrasada e com lágrimas nos olhos. A dona do centro comercial estranhará a observação e perguntará se disse algo que magoou a garota. 

"Não, não é nada. É que... Me emocionei. É tão bonito ver o amor que a senhora tem pelos seus enteados. Imagino que se fossem filhos de sangue, ia ser um amor ainda maior. Mas a senhora não teve essa experiência, né?", sondará a amiga de Alexia/Josimara (Deborah Secco). "É. Não tive. Mas como eu já te falei uma vez. Não faz a menor diferença", cortará a empresária, ríspida.

personagem de Juliana Paiva não conseguirá esconder a tristeza ao sentir que a mãe a substituiu pelos filhos do marido. As cenas estão previstas para irem ao ar no próximo dia 17. Na novela escrita por Daniel Ortiz, Helena acha que a filha está morta. Por esse motivo, ela não a reconheceu nem imagina que a funcionária do centro comercial é a garotinha que teve quando ainda morava no México.


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas no podcast Noveleiros:

Listen to "#5: Com maratona de sexo e novos casais, clima esquenta nas novelas!" on Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Salve-se Quem Puder e de outras novelas!


Últimas de Salve-se Quem Puder


Resumos Semanais

Resumo da novela Salve-se Quem Puder: Capítulos de 14 a 17 de julho

Quarta, 14/7 (Capítulo 99)
Kyra fica dividida entre o amor que sente por Rafael e Alan. Luna explica a Mário que Helena foi vítima de Hugo e que ela ama o pai. Ermelinda pede desculpas a Alexia. Helena apoia a ... Continue lendo

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.