Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

INÉDITAS SÓ EM 2021

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Totalmente Demais? Vote na enquete

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Montagem de Mateus Solano como Eric em Pega Pega, Nathalia Dill como Júlia em Rock Story e Murilo Benício como Victor Valentim em Ti Ti Ti

Mateus Solano em Pega Pega, Nathalia Dill em Rock Story e Murilo Benício em Ti Ti Ti; qual deve voltar?

REDAÇÃO

Publicado em 18/7/2020 - 6h45

A Globo bateu o martelo na sexta (17) e anunciou que Salve-se Quem Puder só voltará ao ar em 2021 por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19). Dessa forma, Totalmente Demais dará lugar a mais uma reprise na programação. A emissora ainda não decidiu qual trama será exibida na faixa das 19h, mas o público já elegeu suas queridinhas.

A volta das novelas interrompidas em março vai ficar para o ano que vem para a Globo não correr nenhum risco de ter que parar a exibição novamente. Quando forem ao ar, Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder serão encurtadas e já estarão gravadas.

Os executivos avaliaram que, além do risco de algum profissional das equipes contrair Covid-19 e paralisar toda uma linha de produção, há chances de os resultados das novas gravações, com todas as restrições, não ficarem bons. A emissora terá que usar efeitos visuais para gravar beijos e truques de decupagem para driblar a falta de contato entre personagens.

O público, então, verá a saga de Eliza (Marina Ruy Barbosa) passar o bastão para uma nova reprise das sete. De acordo com fontes do Notícias da TV, a trama musical Rock Story (2016) está no topo da lista de possibilidades para a reexibição. O folhetim de Maria Helena Nascimento mostrou a trajetória de Guilherme Santiago (Vladimir Brichta), roqueiro que fez sucesso nos anos 1990.

Ele tentava voltar aos holofotes ao montar a banda 4.4, formada por quatro jovens que sonham com o estrelato. Apesar de não ter atingido recordes de audiência, a novela terminou bem com uma média de 26 pontos. A trama tem a seu favor uma história leve e divertida, nos mesmos moldes de Totalmente Demais.

Apesar de ter sido classificada pela crítica como repetitiva, Pega Pega (2017) agradou ao público e seria uma boa alternativa como reprise. O folhetim de Claudia Souto chegou ao fim com 28,8 pontos, na época o melhor desempenho desde Cheias de Charme (2012). A trama superou as nove novelas anteriores no ibope.

Protagonizada por Mateus Solano e Camila Queiroz, a história mostrava os desdobramentos do roubo ao hotel Carioca Palace na vida de cada um dos envolvidos, sejam eles hóspedes, suspeitos ou convidados de um baile de gala.

Outra queridinha que poderia fazer bonito no horário das sete é Ti Ti Ti (2010). Leve e divertida, a trama trouxe a rivalidade entre os estilistas Jacques Leclair (Alexandre Borges) e Victor Valentim (Murilo Benício), que passaram a novela inteira disputando para ver quem mais se sobressai no mundo na moda. A inimizade entre eles, porém, vinha desde a infância.

A trama adaptada por Maria Adelaide Amaral também tem a seu favor o fato de não ser tão recente. Dessa forma, a história não está tão fresca na memória do público, como pode acontecer com Rock Story e Pega Pega.

Caso a Globo opte por escutar o clamor das redes sociais, a escolhida poderia ser Kubanacan (2003). A novela do pescador parrudo vivido por Marcos Pasquim sempre é ressuscitada pelo público, seja de forma carinhosa ou debochada. Mas pouca gente se lembra de fato da história absurdamente mirabolante do folhetim.

Escrita por Carlos Lombardi, a novela tinha guerra, viagem no tempo e um mocinho com múltiplas personalidades. Mesmo bizarra, conquistou telespectadores com muita comédia, ação e romance.

Qual novela das sete a Globo deve reprisar agora que Salve-se Quem Puder foi adiada para 2021? Vote na enquete abaixo:

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Totalmente Demais?

Rock Story (2016)
19.91%
Pega Pega (2017)
13.47%
Ti Ti Ti (2010)
46.28%
Kubanacan (2003)
20.33%

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?