Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Sem direitos

Música dos anos 80 emperra novela, e Globo adia história de astros mirins

Reprodução

Michael Jackson em Thriller, videoclipe icônico de 1985 que a Globo quer em Verão 90 Graus - Reprodução

Michael Jackson em Thriller, videoclipe icônico de 1985 que a Globo quer em Verão 90 Graus

DANIEL CASTRO

Publicado em 3/2/2018 - 5h51

A dificuldade para obter os direitos de exibição de videoclipes originais de músicas dos anos 1980 obrigou a Globo a adiar a produção de sua próxima novela das sete, Verão 90 Graus, que tinha estreia prevista para julho. No lugar da história sobre ex-astros mirins decadentes, a emissora escalou O Tempo Não Para, de Mário Teixeira, sobre uma família do século 19 que descongela nos dias de hoje.

Escrita por Paula Amaral e Izabel de Oliveira, Verão 90 Graus terá duas fases, uma nos anos 1980 e a outra, maior, no início da década seguinte. Além da complexidade de produção envolvendo direção de arte (figurino, cenografia e carros da época), a comédia terá uma emissora de TV especializada em videoclipes.

Essa MTV da ficção mostrará videoclipes originais dos anos 1980 e início dos anos 1990. Personagens da novela irão interagir com a emissora e contracenar enquanto videoclipes, por exemplo, rodam em um televisor.

E é aí que reside o maior obstáculo. Além de caros, os videoclipes exigem negociação individual, um a um, com várias partes (músicos, gravadora, editora).

Para complicar ainda mais, a Globo precisa dos direitos mundiais, porque irá inserir os clipes em uma obra de ficção que também visa o mercado internacional. Nem todos os agentes dessa negociação compreendem a relevância e o potencial econômico de uma novela brasileira.

E a lista de videoclipes não é pequena. Há desde bandas brasileiras que faziam sucesso na época, como Titãs, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, Paralamas do Sucesso e Barão Vermelho, até grandes estrelas do pop mundial, entre elas Michael Jackson e Madonna, intérpretes de alguns dos clipes mais importantes de todos os tempos _há quem defenda que Thriller, do primeiro, é o maior deles.

Direitos autorais de músicas são caros. Foi o componente musical que tornou The Get Down a série mais cara da Netflix. A produção, sobre a origem do hip-hop na Nova York dos anos 1970, teve apenas 11 episódios, que custaram US$ 192 milhões.

Como a negociação dos direitos dos videoclipes de Verão 90 Graus segue lenta, a Globo optou por adiar a novela para o início de 2019. A novela segue em produção, mas como deixou de ser prioridade, pode perder peças de seu elenco.

Isabelle Drummond está reservada para ser a protagonista, uma atriz que fez muito sucesso quando criança e que caiu no esquecimento. A sinopse também prevê uma boy band que bombou nos anos 1980 e que, no começo dos 1990, luta para sobreviver. Também estão escalados Rafael Vitti, Jesuíta Barbosa, Claudia Raia e Nicolas Prattes _que interpetaria o dono da emissora especializada em videoclipes.

O Tempo Não Para
O Tempo Não Para, escolhida para ocupar a vaga de Verão 90 Graus, traz um plot original para uma novela brasileira _mas lembra um pouco o Capitão América dos cinemas. 

A história começa no século 19, quando uma família inteira (pais, avós, filhos, cachorro e até escravo) é vítima de um naufrágio na Patagônia. Todos os membros da família acabam congelados na cabine do navio e ficam lá durante quase dois séculos.

Até que, em 2018, o aquecimento global faz o bloco de gelo em que o navio estava preso se deprender e boiar até o Guarujá, no litoral de São Paulo, onde todos descongelam e têm de aprender a viver nos dias de hoje. Ainda não há elenco.

Últimas de Verão 90


Resumos Semanais

Resumo da novela Verão 90: Capítulo de 26 de julho

Sexta, 26/7 (Capítulo 154)
Gravação de cena do filme de Jerônimo com João e Manu, eles se divertem. Larissa conta que está grávida de Diego. Patrick e Lidiane fazem filme de pornochanchada juntos. Dandara diz a Quinzinho que vai fazer ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?