Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

NOVO EMBATE

Fuzuê: Sem-noção, César implica com Nero e faz dono da loja parar no hospital

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Montagem com uma foto de Leopoldo Pacheco, o César, e outara de Edson Celulari, o Nero; os dois parecem tensos em cena de Fuzuê

César (Leopoldo Pacheco) provocará Nero (Edson Celulari), que acabará no hospital em Fuzuê

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 12/2/2024 - 6h15

César (Leopoldo Pacheco) não dará paz para Nero (Edson Celulari) nem por um minuto em Fuzuê. Ele continuará provocando o rival mesmo depois de notar os sinais de que ele não está bem, e o comerciante precisará ser encaminhado às pressas ao hospital. Lá, ele receberá um diagnóstico grave na novela das sete da Globo.

Bebel (Lilia Cabral) entrará em desespero ao descobrir a crise do marido, que passará alguns dias internado. Os médicos explicarão que ele precisará encarar uma cirurgia no coração, que terá sido afetado após a exposição ao estresse. Afinal, a briga com César terá sido bem feia dessa vez.

O pai de Miguel (Nicolas Prattes) procurará o bandido para pôr a acusação injusta contra ele em panos limpos. Ele acusará o ricaço de ter forjado o atentado contra si próprio apenas para incriminar o rival. Os ânimos, que já não serão os mais positivos desde a primeira encarada, só ficarão mais exaltados no decorrer da briga.

O personagem de Leopoldo Pacheco já abrirá a porta para o ex-feirante com desprezo. "O que você está fazendo aqui?", perguntará ele, nas cenas que devem ir ao ar nesta quinta (15). "Vim dizer que a sua farsa acabou!", soltará o marido de Bebel.

“Admite que armou tudo isso pra me prejudicar. Admite que mandou o seu capanga plantar aquela arma na minha sala. Tenha a hombridade de assumir”, esbravejará o lojista.

Para provocá-lo ainda mais, César decidirá admitir parte de seus crimes. "Você se acha muito esperto, não é, Nero? Mas caiu, como um patinho, em cada arapuca que eu armei para você", soltará o malvado.

Nero tentará arrancar uma confissão: "Então você assume que aquele atentado não passou de uma farsa?", questionará ele. O pai de Preciosa (Marina Ruy Barbosa) fará um discurso digno de vilão:

Não, mas eu assumo, sim, que quero te ver arruinado! Que não suporto olhar para a sua cara e ter que ouvir sempre a mesma ladainha de pobre vencedor, orgulhoso da trajetória de superação. Eu fico enojado! Quero mais é que você se ferre, que quebre a cara!

"Eu não vou morrer enquanto não te colocar atrás das grades, seu cretino", devolverá o ex-feirante, furioso. Neste momento, ele sentirá uma forte dor no peito e cairá no chão, sem ar, enquanto o rival apenas o observará, sem esboçar nenhuma reação.

Heitor (Felipe Simas), que terá ouvido a gritaria, ficará preocupado com o silêncio súbito. Ele invadirá a sala do ex-sogro por preocupação, e, ao ver o estado de Nero, o carregará até seu carro e o levará ao hospital.

Lá, o lojista receberá seu diagnóstico e chamará seus filhos para uma conversa. O patriarca pedirá para que os três dividam a administração da Fuzuê enquanto ele se recupera.

Francisco (Michel Joelsas) ficará à frente da operação, por escolha tanto de Miguel quanto de Alícia (Fernanda Rodrigues). Nero, por sua vez, passará por uma cirurgia na sexta (16). Tudo correrá bem, e ele voltará para casa no capítulo seguinte.

Escrita por Gustavo Reiz, agora sob a supervisão de Ricardo Linhares, Fuzuê deve ficar no ar até março. O folhetim será substituída por Família É Tudo, de Daniel Ortiz --autor de Haja Coração (2016) e Salve-se Quem Puder (2020).


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Fuzuê e outras novelas.


Resumos Semanais

Fuzuê: Resumo dos próximos capítulos da novela da Globo - 22/2 a 2/3

Quinta, 22/2 (Capítulo 166)
Barreto leva Merreca para a delegacia. Heitor pede a ajuda de Fiel com as notícias nas redes sociais. Pascoal fica satisfeito com a denúncia contra Heitor. Preciosa defende Heitor diante da imprensa, e ele se surpreende. ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.