Tempos Modernos

Com Grazi travada e robô burro, há dez anos estreava a 'pior novela da Globo'

Divulgação/TV Globo

Os atores Antonio Fagundes, Grazi Massafera e Cris Vianna em cena da novela Tempos Modernos (2010)

Os atores Antonio Fagundes, Grazi Massafera e Cris Vianna em cena da novela Tempos Modernos (2010)

FERNANDA LOPES - Publicado em 13/01/2020, às 05h22

Grazi Massafera, que se consagra atualmente como protagonista de Bom Sucesso, não tem boas lembranças da novela das sete que fez há dez anos. Em janeiro de 2010, estreava Tempos Modernos, trama que a própria atriz chama de "pior novela da Globo". Ela vivia uma vilã travada, e a história foi um grande fiasco de audiência na emissora.

Tempos Modernos foi a primeira novela assinada por Bosco Brasil na Globo. A trama, inspirada em Rei Lear, de Shakespeare, tinha também a pretensão de retratar a relação entre homem e máquina no século 21. Antonio Fagundes fazia o personagem central, o patriarca Leal. Ele era dono do edifício-inteligente Titã, no centro de São Paulo, onde se passavam grande parte das cenas.

A novela tinha um tom futurista, mostrando as altas tecnologias do prédio. Fagundes contracenava com um robô chamado Frank --o nome provisório da trama chegou a ser, inclusive, Bom Dia Frankenstein.

Mas Frank não era exatamente um robô inteligente. Era eficiente para fazer fofoca a Leal sobre as filhas dele, que também moravam no prédio, mas não dizia nada sobre as armações dos vilões da história, que viviam no mesmo edifício. 

Grazi estava entre esses vilões. Ela interpretou a antagonista Deodora, que foi criticada por ser muito dura e sem emoção nas cenas. Inicialmente, seria revelado que a personagem era uma robô, mas ajustes foram feitos na trama, e Deodora ficou mais "humana". Ao longo da história, ela surtou e virou uma menina romântica no final. A trama e a atuação da atriz foram rejeitadas e criticadas.

"Eu fiz uma novela com ele [Fagundes] que foi um fracasso, né? Tempos Modernos. Foi a pior novela da Globo, e eu fiz. Foi com ele, isso dá um acolhimento no meu coração. A gente se reencontrou [em Bom Sucesso] e falou: 'Agora a gente vai fazer uma novela, tomara [que dê certo]... Deus abençoe'. E abençoou, pra gente esquecer. Mas tudo são experiências", disse Grazi ao Notícias da TV em outubro.

Além desses problemas, o casal protagonista também não emplacou. Thiago Rodrigues e Fernanda Vasconcellos fizeram par romântico pela terceira vez, mas a trama deles passou sem engajamento dos telespectadores. O núcleo divertido da Galeria do Rock, com gírias carregadas e estereótipos de roqueiros, também não gerou nenhuma identificação com o público.

O resultado é que a novela se tornou um dos grandes fracassos da teledramaturgia da Globo. Terminou com média geral de 24 pontos, a menor para uma novela das sete até então. Não é à toa que Grazi gostaria de esquecê-la.

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que jornalista está fazendo o melhor trabalho durante a pandemia?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook