Império

Beatriz é agredida por mulheres, bate o carro e fica em coma

Reprodução/TV Globo

José Mayer (Cláudio) e Suzy Rêgo (Beatriz) em cena da novela Império, da Rede Globo - Reprodução/TV Globo

José Mayer (Cláudio) e Suzy Rêgo (Beatriz) em cena da novela Império, da Rede Globo

REDAÇÃO - Publicado em 22/09/2014, às 10h57

Beatriz (Suzy Rêgo) será vítima de um ataque homofóbico na novela Império, da Globo. Ela será agredida por mulheres que reprovam sua defesa do marido bissexual, Cláudio (José Mayer). A discussão a deixará tão transtornada que ela dirigirá perigosamente pelas ruas do Rio e seu carro será atingido brutalmente por outro veículo após ela avançar um semáforo vermelho. A dona de casa será socorrida e passará dois dias em coma, entre a vida e a morte, revela Aguinaldo Silva. 

Esse não é o único ataque homofóbico contra a família do cerimonialista que o autor vai mostrar na novela das nove. A partir de hoje (22), Enrico (Joaquim Lopes) vai agredir verbalmente o pai ao confirmar que ele mantinha um caso amoroso com Leonardo (Klebber Toledo). No bate-boca, ele levará uma bofetada da mãe. Bianca (Juliana Boller), a filha caçula de Cláudio, também será hostilizada por amigos em uma festa ainda nesta semana.

A sequência que resulta no grave acidente de Beatriz só está prevista para ir ar a partir de 13 de outubro. Quando a poeira em torno da bissexualidade de seu marido estiver baixando, duas mulheres vão provocá-la dentro de um supermercado. As duas alegarão que são defensoras da moral e dos bons costumes. “Que foi? Por acaso perdi alguma coisa aqui?”, questionará a dona de casa ao perceber olhares de reprovação.

“Perdeu, sim. A vergonha! O exemplo que você está dando para a sociedade: como é que pode? Saber que é traída pelo marido, com outro homem, e deixar por isso mesmo?”, gritará uma senhora, cujo nome da atriz não foi divulgado.

As mulheres a acusarão de “ser o câncer da sociedade”, dando início a mais um barraco cheio de troca de ofensas e gritos, como o público costuma ver em Império. Beatriz afirmará que as duas são recalcadas. “Não temos marido boiola, e também não aceitamos descaramento. Pouca vergonha, nojeira, bando de libertinos, obscenos! Dando ideia para os nossos maridos e filhos”, gritarão as senhoras moralistas.

“Vão cuidar das suas vidas! Se estão preocupadas com a minha vida, é porque não estão felizes com as suas! Mulherzinhas de marido, vazias, fúteis, medíocres e feias”, retrucará Beatriz.

Acidente

Nervosa e trêmula, Beatriz deixará o local às presas. Em seu automóvel, ela vai chorar até soluçar e dirigirá remoendo o ataque homofóbico que sofreu. A dona de casa não verá que o sinal fechou em um cruzamento, avançando-o. A cena terminará com ela desacordada, sendo socorrida.

O autor também já adiantou que depois ficará tudo bem com a dona de casa, mas ela permanecerá dois dias em coma. As informações sobre como vai ser o acidente de Beatriz foram adiantadas por Aguinaldo Silva em seu blog.

Por enquanto, nos próximos capítulos, o telespectador verá que Beatriz não vai mudar de postura e será capaz de cortar relações com o próprio filho para manter seu apoio incondicional ao marido. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook