Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novela das nove

Babilônia: Regina descobre que Beatriz é a assassina do seu pai

Reprodução/TV Globo

Gloria Pires (Beatriz) contracena com Camila Pitanga (Regina) na novela Babilônia, da Globo - Reprodução/TV Globo

Gloria Pires (Beatriz) contracena com Camila Pitanga (Regina) na novela Babilônia, da Globo

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 26/4/2015 - 6h16

Regina (Camila Pitanga) retomará sua sede de justiça em Babilônia. Em uma semana de reviravoltas na novela das nove da Globo, que sofre para crescer no Ibope, a vendedora receberá uma pista que a fará descobrir quem matou seu pai, Cristóvão (Val Perré), no primeiro capítulo da trama. Inês (Adriana Esteves) mandará para sua casa a pulseira de esmeralda que seu pai, então motorista de Evandro (Cassio Gabus Mendes), segurava quando morreu. Regina colocará Inês contra a parede e descobrirá que seu pai não morreu vítima de uma tentativa de assalto, mas que fora assassinado por Beatriz (Gloria Pires). Ela levará a prova à polícia e pedirá a reabertura das investigações.

Inês conseguirá tirar a pulseira do cofre de Beatriz no capítulo desta segunda-feira (27), mas ela só enviará a joia para a filha de Cristóvão no capítulo de quinta-feira (30). Ela fará isso depois de publicar na internet um vídeo em que Beatriz aparece beijando Cristóvão e de sofrer um atentado de Beatriz que a deixará entre a vida e a morte. Beatriz será presa, e a advogada ficará com medo de Teresa (Fernanda Montenegro) conseguir livrar a arquiteta da prisão, pois a milionária negará que tentou assassiná-la. A polícia não encontrará provas do crime e será a palavra de uma contra a outra.

Como Inês estará hospitalizada, Celina (Débora Duarte) vai fazer o que a sobrinha mandar. "Esse objeto tem que parar na mão da pessoa certa. Sem esse último prego no caixão a Beatriz ainda pode escapar", afirmará Inês à tia, que contratará um serviço de motoboys para entregar a encomenda na casa de Regina.

No morro, Regina vai estranhar a entrega de uma encomenda para ela e vai reconhecer a pulseira assim que abrir a caixa. "Nem que eu vivesse mil anos eu ia esquecer. Uma pedra igual a essa tava na mão do meu pai! Foi por causa dessa pulseira que mataram o meu pai", dirá a vendedora a Vinícius (Thiago Fragoso) assim que receber o objeto.

O advogado questionará a certeza da namorada, mas verificará junto com ela que na joia falta uma esmeralda, justamente a pedra que estava na mão de Cristóvão quando seu corpo foi encontrado pela polícia. Regina se lembrará do delegado mostrando um saco plástico com a esmeralda. "Quem estava com essa joia arriscou perder uma fortuna pra me entregar! O objetivo era importante, botar a pulseira na minha mão logo pra procurar uma pista. Como se a pessoa quisesse dizer: eu sei quem é o assassino. Vinícius, quem me mandou essa joia sabe quem matou meu pai!", comentará a vendedora.

Regina irá até a empresa de entregas e seduzirá um motoboy para conseguir o endereço de quem lhe enviou a encomenda. Na porta do prédio de Inês, ela se lembrará que já esteve lá e correrá para o hospital para falar com advogada. "Foi você que me mandou a pulseira? Como é que ela foi parar na sua mão? E nem tenta me enrolar, por que eu tenho como provar que você mandou o produto de um crime! Está negociando joia roubada? Já imaginou se eu vou à polícia?", esbravejará Regina. 

Vítimas de Beatriz

Sem saída, Inês admitirá que enviou a joia, mas que não era para ela saber quem fez isso. "Não foi você que matou meu pai, senão me mandar a pulseira ia ser loucura. Mas você pode estar querendo dar o troco numa pessoa, alguém que chegou ao ponto de te dar um tiro. Foi a Beatriz, não foi? O vídeo da Beatriz com o meu pai. Então, foi você que divulgou! Você sabia de tudo esse tempo todo", deduzirá Regina.

"Eu não fui cúmplice da Beatriz. Eu fui coagida. Eu sabia do assassinato do seu pai, mas não pude fazer nada. Não foi só o seu pai que morreu por causa dela. O meu também. É uma assassina! Eu não sou sua inimiga, sou sua aliada. Nossa inimiga em comum é a Beatriz. Olha o que ela fez, tentou me matar. Estou viva por milagre", revelará Inês.

Regina dirá que nada justifica ela ter ficado calada durante dez anos. Inês dirá que não tinha a joia com ela, não tinha prova nenhuma. "A Beatriz cometeu um assassinato e guardou a prova! Agora eu entendi. Essa mulher é capaz de tudo", falará a vendedora.

A vendedora não aceitará ser aliada de Inês. "Você quer vingança, e eu quero justiça! A gente não quer a mesma coisa. Nós somos muito diferentes", vai declarar antes de ir embora. Em seguida, Regina levará a pulseira para a delegacia e pedirá a reabertura do caso da morte de Cristóvão. O capítulo de sexta-feira (1º) terminará com Beatriz sabendo pela mãe, Estela (Nathalia Timberg), que será acusada de assassinar o motorista.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de Babilônia

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.