Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novela das nove

Babilônia: Murilo tenta matar Vinícius 2 vezes na mesma semana

Reprodução/TV Globo

Bruno Gagliasso (Murilo) em cena de Babilônia; personagem tentará provocar acidentes - Reprodução/TV Globo

Bruno Gagliasso (Murilo) em cena de Babilônia; personagem tentará provocar acidentes

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 20/7/2015 - 19h09

Murilo (Bruno Gagliasso) vai tentar matar Vinícius (Thiago Fragoso) duas vezes na mesma semana em Babilônia, novela das nove da Globo. O mau-caráter resolverá tirar a vida do irmão para não ter que dividir uma indenização da morte de seu pai. Na primeira tentativa, ele seguirá o advogado em uma viagem a trabalho e cortará o cabo do óleo do freio do veículo dele. O loiro sofrerá um acidente e irá parar no hospital, mas sem gravidade. Depois, o cafetão colocará ansiolítico no suco de Vinícius para ele apagar dirigindo, porém o advogado conseguirá parar o carro e ligar para Bento (Dudu Azevedo).

As duas tentativas de homicídio vão mostrar que Murilo não sente só desprezo pelo irmão, mas, também, ódio. Ele não vai conseguir se segurar nem ao lado de Alice (Sophie Charlotte), referindo-se a Vinícius como "a cria da empregada". Logo após Vinícius sofrer o acidente na estrada, o explorador chegará em casa convidando a namorada para comemorar porque fechou a produção de um grande evento.

O casal irá ao restaurante Estrela Carioca. Após pedir o champanhe mais caro do cardápio, Regina (Camila Pitanga) perguntará se ele não sabe que o irmão sofreu um acidente. Ele mentirá bem, fará cara de assustado e esconderá a decepção por não ter conseguido atingir seu objetivo. Essa sequência irá ao ar no dia 27.

O advogado passará somente uma noite em observação no hospital, e a vida dele voltará ao normal. No capítulo do dia 30, Murilo o abordará na rua quando estiver saindo para o trabalho. Ele pedirá para conversar sobre a grana que eles estão para receber. O cafetão dará um jeito de derrubar um dos copos de suco que eles pedirão em uma lanchonete e deixará Vinícius na mesa mexendo em seu celular. É aí que o filho caçula de Olga (Lu Grimaldi) despejará grande quantidade de ansiolítico na bebida do irmão.  

Apagão

No meio conversa, o advogado vai sentir muito sono e decidirá ir embora. "Vinícius se aproxima do carro. Entra, liga o carro, sai dirigindo. Murilo se dá por satisfeito e vai embora. Corta para Vinícius, no carro. Em cortes descontínuos: Vinícius, sonolento, avança em seu carro, olhos cada vez mais pesados. Do ponto de vista de Vinícius a rua perdendo o foco. Ele perde a direção. Tira fino de um carro. Vinícius desperta num susto, consegue controlar o carro. Ele se dá conta da situação, sacode a cabeça, e para em lugar seguro", indica o roteiro da cena.

Meio grogue, ele ligará para Bento, dirá que precisa de ajuda e que está no carro perto de casa. Em seguida, apagará e o celular cairá de sua mão. O personagem de Dudu Azevedo vai socorrer o amigo e levá-lo a um hospital.

"Quando você ligou, eu saí correndo, achei teu carro, você já estava desmaiado, eu te levei para o hospital. O médico perguntou o que tinha rolado, eu expliquei que você tinha saído pra trabalhar, e que eu te encontrei desmaiado na direção", explicará Bento ao amigo, que não se lembrará direito do que aconteceu.

O surfista também falará que não foi feito exame nele para verificarem se ele tinha sido vítima de um boa noite, Cinderela, porque era de manhã e ele não estava vindo de uma balada. "Você acha que o Murilo seria capaz de botar alguma coisa no meu suco? Ele mexe com drogas, isso a gente sabe. Isso é muito grave. Mas nem sei mais o que o Murilo pode fazer pra me surpreender", vai falar o advogado, intrigado com seu súbido mal-estar. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de Babilônia

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.