Semana Anti-Guerra

Especial mostra horrores da guerra com cinco clássicos do cinema

Divulgação

Robert de Niro em cena do filme O Franco Atirador (1978), que será exibido pelo canal pago TCM - Divulgação

Robert de Niro em cena do filme O Franco Atirador (1978), que será exibido pelo canal pago TCM

ALESSANDRO GIANNINI, Especial para o Notícias da TV - Publicado em 10/04/2015, às 16h12 - Atualizado em 13/04/2015, às 05h06

Nunca é demais ver ou rever filmes como Apocalypse Now (1979), O Franco Atirador (1978) ou Nascido Para Matar (1987), destaques da Semana Anti-Guerra que o canal pago TCM promove desta segunda (13) a sexta (17), sempre às 22h. A seleção, que conta ainda com Império do Sol (1987) e Soldado Anônimo (2005), traz produções que se consagraram como libelos antibelicistas e continuam sendo referências para as novas gerações. Os títulos mostram a guerra em diferentes tempos e sob pontos de vista variados, cobrindo um espectro que vai desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) até a segunda Guerra do Iraque (2003-2011).

O festival abre hoje (13), com Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola, talvez o mais importante e mais radical de todos os filmes da seleção. Vagamente inspirado pelo romance Coração das Trevas, de Joseph Conrad, Coppola ambienta a ação no Vietnã dividido por uma guerra civil e invadido pelos Estados Unidos.

O personagem principal, o capitão Willard (Martin Sheen), chega ao país com a missão de localizar e eliminar um oficial de alta patente, Kurz (Marlon Brando), que enlouquece em contato com a violência e se refugia no interior do Camboja, onde lidera um exército de fanáticos.

Posteriormente, o documentário O Apocalypse de um Cineasta (1991), de Eleanor Coppola, mulher do cineasta, mostrou os bastidores das filmagens e a série de dificuldades enfrentadas tanto pela equipe quanto pelos atores para completar Apocalypse Now. Em 2001, foi lançada uma versão estendida chamada Apocalypse Now Redux, com 49 minutos de cenas inéditas e reedição da versão original.

Matthew Modine e R. Lee Ermey em cena de Nascido para Matar (1987)

A seleção continua na terça (14) com Império do Sol, de Steven Spielberg, que marca a estreia de Christian Bale (ainda menino) no cinema. Inspirado no livro homônimo e semiautobiográfico de John G. Ballard, o filme acompanha a saga de um garoto inglês que vive com a família no bairro diplomático de Xangai, na China. Com a invasão japonesa, ele se perde e acaba em um campo de concentração, onde aprende a duras penas a enfrentar as dificuldades e o desconforto.

Na quarta (15), O Franco Atirador, de Michael Cimino, volta à Guerra do Vietnã (1955-1975), desta vez centrando foco em três amigos, Michael (Robert de Niro), Steven (John Savage) e Nick (Christopher Walken), que são enviados para o campo de batalha. O filme se desenvolve em três tempos: antes, durante e depois do "tour" dos rapazes. Cimino explora, como faria Coppola um ano depois, os efeitos que os horrores da violência causam, criando cicatrizes psicológicas muito mais profundas do que as físicas.

Na quinta (16), o Soldado Anônimo, de Sam Mendes, mostra por meio do olhar de Swoff (Jake Gyllenhaal), terceira geração de uma linhagem de militares, como a máquina da guerra envolve sem fazer pensar. O filme, o único da lista apoiado fortemente no humor negro, começa no campo de treinamento e segue para as areias do Iraque, onde Swoff se encontrará em um local desconhecido, lutando contra um inimigo que não consegue ver e sem saber exatamente por que intimida e mata gente que nunca viu e jamais lhe fez mal.

Nascido Para Matar, de Stanley Kubrick, fecha com sofisticação e requinte o festival na sexta (17). Penúltimo filme de Kubrick, acompanha a transformação pela qual passa o soldado Davis (Matthew Modine), desde o treinamento militar até o trabalho em campo de batalha, no Vietnã, como repórter da revista militar Star and Stripes.

Na ofensiva do Tet, no entanto, o soldado acaba sendo enviado para a linha de frente, onde participa ativamente da ação, envolvendo-se em combates. O filme mostra o lento processo de desumanização ao qual o personagem é submetido antes (no treinamento) e durante a guerra (em contato com a violência).


SEMANA ANTI-GUERRA (TCM): de 13 a 17 de abril

Apocalypse Now - segunda (13), às 22h

Império do Sol - terça (14), às 22h

O Franco Atirador - quarta (15), às 22h

Soldado Anônimo - quinta (16), às 22h

Nascido Para Matar - sexta (17), às 22h


ALESSANDRO GIANNINIé crítico de cinema e repórter do jornal O Globo


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Tudo sobre

Cinema TV Paga

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?
Sinta-se em Casa, com Marcelo Adnet sempre criativo e afiado
10.15%
Diário de um Confinado, com retrato fiel do isolamento social
17.34%
Cada um no seu Quadrado, com suas dinâmicas divertidas
2.40%
Prefiro as reprises das novelas mesmo
70.11%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook