Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

AmarElo

Emicida conta história da cultura negra em novo documentário da Netflix

Divulgação/Netflix

O rapper Emicida canta de olhos fechados no palco do show que fez no Theatro Municipal de São Paulo, em novembro de 2019

O rapper Emicida será estrela de um documentário da Netflix, que estreará em dezembro na plataforma

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 13/10/2020 - 11h21

A Netflix anunciou nesta terça (13) o lançamento de um documentário de autoria do rapper Emicida, chamado AmarElo - É Tudo Pra Ontem. A atração explora momentos relevantes da cultura negra no Brasil, e um deles é o show que o próprio Emicida fez em novembro de 2019, no Theatro Municipal de São Paulo. O documentário conta com animações, entrevistas e cenas de bastidores e estreia em 8 de dezembro.

O show de Emicida serve como espinha dorsal da produção, mas há também grande destaque para duas outras manifestações culturais marcantes para a história da população negra e da cultura brasileira: a Semana de Arte Moderna de 1922 e o ato de fundação do Movimento Negro Unificado (MNU), em 1978.

"São quatro décadas que separam a nossa ascensão ao palco do Theatro Municipal do encontro das pessoas do MNU naquelas escadarias. Então subir ali e gritar 'obrigado, MNU' pro mundo é para que eles saibam que é da luta deles que nasce um sonhador como o Emicida", disse o rapper, em nota oficial da Netflix.

"Quando eu cheguei aqui, tudo era impossível, qualquer coisa que falávamos era tida como problemática e improvável de se realizar. Hoje, não é mais. E é dessa forma que quero que lembrem do meu nome no futuro, como alguém que sabia que o impossível era grande, mas não maior que si. O palco do Municipal abrigou alguns dos mais importantes movimentos da arte do planeta e acho que caminhamos para ser isso", complementou Emicida.

O artista também é apresentador do programa Papo de Segunda, do GNT, e lançou em setembro um documentário no canal, chamado AmarElo Prisma. Neste projeto, dividido em dois episódios, Emicida contou histórias pessoais e promoveu bate-papos em que abordou soluções e ideias para melhorar a vida em sociedade.

AmarElo é também o nome do álbum de estúdio mais recente do rapper, lançado em outubro de 2019 com participações especiais de Zeca Pagodinho, Pabllo Vittar e Fernanda Montenegro. Emicida já tem acertado mais um projeto com a Netflix, que será divulgado em 2021.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?