Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SOCIALITE

Val Marchiori acusa imprensa de manipular vídeo com Bia Doria: 'Frase cortada'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Bia Doria e Val Marchiori conversam em um dos sofás do Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, em vídeo publicado no dia 3 de julho

Bia Doria e Val Marchiori em conversa sobre moradores em situação de rua no Palácio dos Bandeirantes

REDAÇÃO

Publicado em 7/7/2020 - 8h39

Após a repercussão negativa do vídeo em que aparece ao lado de Bia Doria, Val Marchiori acusou a mídia de manipular suas falas a respeito de pessoas em situação de rua. Nas imagens publicadas nas redes sociais no dia 3 de julho, a socialite declara que "morador de rua mora na rua porque quer". "Esta frase foi cortada para dar a interpretação que a imprensa gostaria", se defendeu a loira.

Em entrevista ao jornal Extra, Val argumentou que realiza diversas ações de caridade, mas que nenhuma delas viralizou tanto quanto o vídeo gravado com a mulher do atual governador de São Paulo, João Doria.

A empresária publicou fotos em suas redes sociais em que aparece de máscara, vestido e salto alto distribuindo mantimentos para população carente no centro da capital paulista. "A intenção era mostrar que sou solidária a estas pessoas e que fui realmente mal interpretada. Eu sempre ajudei e nunca divulguei, comecei a postar agora para incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo", disse. 

"No dia 11 de junho eu falei sobre isto em um post, mas isto a imprensa não viu. E, para finalizar, não foram 'quentinhas', foram marmitas, cobertores e águas", completou a ex-modelo. 

Em seguida, a ex-participante do reality Mulheres Ricas (2012) alegou que já sofreu por não ter dinheiro. "Já passei fome! Muita gente que me criticou não sabe o que é isto. Eu sei! Falo com propriedade! Portanto, eu bem sei que ninguém está nas ruas por que quer. Estas pessoas são vítimas da sociedade, do seu próprio psicológico, vítimas de políticos corruptos, vítimas do sistema", avaliou. 

"Depois de estarem nas ruas, sem autoestima, sem oportunidade, sem perspectivas, elas se desnorteiam e nem sempre fazem as melhores escolhas. Às vezes não vão para o abrigo por questões psicológicas, vícios, etc. E neste estágio muitas vezes não fazem o que é melhor para elas mesmas", concluiu Marchiori.  

Ainda na conversa com o Extra, Val explicou que descobriu pouco antes da entrevista com Bia que havia muitas vagas sobrando em abrigos, que alguns prédios estavam sendo reformados para doar aos moradores de rua, e que o ideal seria tirá-los das ruas e dar boas condições de vida a eles.

"Aos olhos de uma avaliação justa, é nítido que fui mal interpretada. Pegaram uma frase isolada e incompleta para construir matérias maldosas e inverídicas para imprensa. Não fui lá por política! Não tomo partido. Não indico políticos. Eu fui lá por uma causa e por ser amiga da Bia antes mesmo de ela se tornar a primeira-dama", rebateu Val sobre as inúmeras críticas que vem recebendo. 

Vídeo polêmico 

No dia 3 de julho, Val Marchiori publicou o vídeo de um encontro que teve com Bia Doria no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. A socialite disse que foi ao local para conhecer os projetos sociais comandados pela primeira-dama do Estado. Ela é presidente do Conselho do Fundo Social de SP.

Na conversa, as duas comentam sobre os moradores em situação de rua e defendem que eles não podem ser ajudados com marmitas, pois, apesar de terem a opção de irem para abrigos, eles escolhem a via pública para fugir das responsabilidades. A fala causou revolta nas redes sociais.

"Algo muito importante é assim: sobre as pessoas que estão na rua, não é correto dar marmita assim, a pessoa tem que se conscientizar de que ela precisa sair da rua. A rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua", opinou Bia Doria.

"Você estava me explicando e eu fiquei passada. Eles [moradores de rua] não querem sair da rua porque no abrigo eles têm horário para entrar, eles têm responsabilidades, limpeza e eles não querem", rebateu Val.

"A pessoa quer comida, quer roupa, quer uma ajuda, mas não quer ter responsabilidade. Isso está muito errado", opinou a mulher do governador. "Todo mundo tem as suas responsabilidades", falou a socialite. "Nós temos, a gente não precisa pagar nossas contas?", questinou Bia. "Nós temos, 'magina'. Vai pra cartório, querida", soltou Val.

Em nota divulgada pelas redes sociais na sexta (3), Bia Doria alegou que tiraram do contexto a frase dita por ela. "O que quis dizer é que se conseguirmos convencer as pessoas que vivem nas ruas a irem para os abrigos públicos, onde terão alimentação de qualidade dentro das normas de higiene da vigilância, traremos mais qualidade de vida para elas", publicou.

Ver essa foto no Instagram

Em visita a nossa querida primeira dama @biadoria 😍🍀😍

Uma publicação compartilhada por Val Marchiori (@valmarchiori) em

Ver essa foto no Instagram

Compartilho esclarecimento sobre o vídeo na internet.

Uma publicação compartilhada por Bia Doria (@biadoria) em

TUDO SOBRE

Val Marchiori

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?