Ator de Two and a Half Men

Charlie Sheen revela que é portador de HIV e que já sofreu chantagem

Divulgação/CBS

O ator Charlie Sheen na série Two and a Half Men, em que interpretava um mulherengo - Divulgação/CBS

O ator Charlie Sheen na série Two and a Half Men, em que interpretava um mulherengo

REDAÇÃO - Publicado em 16/11/2015, às 17h07 - Atualizado em 17/11/2015, às 11h00

Astro da série Two and a Half Men, o ator Charlie Sheen, 50 anos, revelou nesta terça-feira (17) que é portador do vírus HIV, causador da Aids. Em entrevista ao vivo para o programa Today, da rede NBC, Sheen contou que foi diagnosticado com o vírus há quatro anos. Isso coincide com a fase mais atribulada de sua carreira. Em 2010, após passar por clínicas de reabilitação, ele deixou a série, da qual recebia o maior salário da TV norte-americana. 

"Vim aqui admitir que sou HIV positivo", disse Sheen para o apresentador Matt Lauer. "Preciso colocar um fim aos ataques que venho sofrendo", explicou, sobre a decisão. Segundo o ator, ele sofreu chantagem de algumas pessoas para as quais revelou ser soropositivo. Elas os extorquiram em "alguns milhões" de dólares. Uma dessas pessoas foi uma prostituta com com ele se relacionou.

Sheen contou que, em 2011, quando descobriu o vírus, pensava estar com um tumor cerebral, devido às intensas dores de cabeça. "Achei que era o fim", desabafou. Hospitalizado por causa desses sintomas, ele fez uma série de exames. "[HIV] são três letras dificeis de engolir", lamentou. Mesmo após ter recebido o diagnóstico, Sheen teve relações sem proteção com duas mulheres. Ele disse ao Today que as parceiras sabiam de sua condição.

Ator mulherengo

A revista National Enquirer foi a primeira a cravar que o ator é HIV positivo. O ator tem fama de ser mulherengo e de sair com profissionais do sexo e da indústria pornográfica. Ele já teria transado com 5.000 mulheres, estimou reportagem publicada pela revista ontem (16).

A vida pessoal e sexual de Charlie Sheen, de certa forma, foi projetada em seu papel mais famoso na TV, o de Charlie Harper de Two and a Half Men (2003-2015). Em oito temporadas, ele interpretou um mulherengo que saiu com mais de 40 mulheres.

A National Enquirer baseou sua reportagem em fontes próximas de Sheen que sabiam do segredo do ator. A revista diz que passou "exaustivos 18 meses" investigando a informação e que usou um "um detector de mentira manuseado por um poligrafo independente" nas fontes.

Uma das fontes contou para a publicação que Sheen está com receio de não conseguir trabalho, de ser rejeitado. Diz também que o "maior medo de Charlie é ser lembrado não como um grande ator, mas como alguém que contraiu uma doença".


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Tudo sobre

NBC

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook