Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ZOE MARTÍNEZ

Beija-Flor condena fala racista contra Neguinho na Jovem Pan: 'Repugnância'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Neguinho da Beija Flor durante Carnaval de 2022

Beija-Flor emitiu nota reforçando o repúdio ao racismo após fala de Zoe Martínez sobre Neguinho

IGRAÍNNE MARQUES

igrainne@noticiasdatv.com

Publicado em 29/6/2022 - 22h46

A Beija-Flor de Nilópolis, escola de samba do Rio de Janeiro, condenou uma fala de Zoe Martínez, da Jovem Pan, sobre Neguinho. A agremiação condenou o teor racista dos comentários da profissional sobre o músico, que causaram "repugnância" em familiares e admiradores.

O pronunciamento repercute a afirmação de Zoe sobre o sambista ser " negro de uma forma que, na escuridão, você só vê a gengiva". A declaração foi proferida durante o programa The Morning Show, enquanto a radialista defendia Nelson Piquet, ex-piloto brasileiro que chamou Lewis Hamilton de "neguinho". 

A nota da Beija-Flor sobre o ocorrido lembrou que Neguinho é um destaque para o Carnaval do Brasil e está completando 73 anos justamente nesta quarta (29), data em que se tornou alvo de Zoe.

Neguinho não escapa do racismo. Nem aos 73. Nem no dia do próprio aniversário. Por isso, a Beija-Flor de Nilópolis vem a público repudiar as recentes menções ao artista em redes sociais e programa de rádio.

De acordo com a nota, internautas passaram a usar o apelido do cantor para tentar suavizar o episódio do ex-esportista. A atitude que teria sido reforçada por Zoe. "Usuários utilizaram erroneamente o nome de Neguinho da Beija-Flor para tentar amenizar a declaração do ex-piloto brasileiro", declarou a escola.

"O mesmo foi feito na terça pela apresentadora Zoe Martínez. Elevando o grau do equívoco cometido por internautas, a profissional disse ao vivo: 'Então, o Neguinho da Beija-Flor também é, né? Racista. E olha que ele é negro, negro, assim... que na escuridão a gente só vê a gengiva'. As frases de Zoe Martínez revoltam e causam repugnância em familiares e admiradores do aniversariante do dia", declarou a nota. 

"O sentimento é o mesmo na escola em que ele construiu a brilhante carreira, reconhecida nacional e internacionalmente. Ninguém tem licença para falar por Neguinho da Beija-Flor. Para presumir ou ironizar sua postura diante da intolerância. Para sugerir que ele tenha sido condescendente ao assumir uma identidade que ressignifica um modo preconceituoso de falar. Para embasar essa falsa percepção a partir da aparência do cantor", acrescentou.

Na sequência, a agremiação reforçou que Neguinho da Beija-Flor tem um importante papel na luta contra o racismo e "sempre utilizou o espaço conquistado para batalhar pela inclusão de pessoas negras na sociedade brasileira", tendo inclusive entoado versos sobre a cultura e a religiões afro em mais de um carnaval.

A ocasião mais recente em que essa postura ficou nítida foi na folia deste ano, em abril, quando coube a Neguinho a tarefa de cantar com maestria o samba-enredo Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor. Uma mensagem antirracista que se mostra ainda mais necessária diante daqueles que utilizam o apelido do sambista para justificar uma fala racista, feita por uma figura de grande alcance midiático.

A agremiação lembrou que, antes de receber a alcunha de Neguinho da Beija-Flor, o cantor era conhecido como Neguinho da Vala. "Era nos buracos da favela, com esgoto corrente que ele, ainda criança, caçava rãs, muçuns e cascudos --daí o reconhecimento entre aqueles com quem convivia", explicou.

"Como Neguinho, muitas outras crianças pretas e pobres ainda se divertem da mesma maneira. Em Nilópolis, elas ao menos crescem ao som da voz do cantor e incentivadas pelo exemplo dele. Não é assim no restante do Brasil", destacou a nota.

Por fim, a escola avaliou que Neguinho da Beija-Flor tem motivos de sobra para ser lembrado, embora nenhum deles envolva a defesa de "comportamentos racistas, inaceitáveis e indefensáveis".

A agremiação criticou o fato de que o episódio aconteceu em um grande veículo de comunicação e afirmou que espera um pedido de desculpas não apenas de Zoe, mas também dos internautas envolvidos.

"A ele, nossa escola deseja muito mais anos de vida, música, reconhecimento e luta", finaliza a nota.

TUDO SOBRE

Racismo


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.