Balanço | Walcyr Carrasco

Amor à Vida discutiu homofobia com 'profundidade', diz autor

Ellen Soares/TV Globo

Walcyr Carrasco e Mateus Solano no último Domingão do Faustão - Ellen Soares/TV Globo

Walcyr Carrasco e Mateus Solano no último Domingão do Faustão

DANIEL CASTRO - Publicado em 31/01/2014, às 11h39

A novela Amor à Vida termina hoje (31) sob a expectativa de um “beijo gay” e sob as vaias dos noveleiros mais exigentes. O Notícias da TV pediu ao autor Walcyr Carrasco um balanço da novela. Ele aproveitou para sapecar os críticos de que sua novela foi rasa nos temas que tentou discutir. Defende que Amor à Vida discutiu temas importantes para toda a sociedade, como a homofobia, com profundidade.

Notícias da TV – Qual balanço você faz de Amor à Vida?

Walcyr Carrasco – Estou muito feliz com a novela. Não só pela interpretação e direção, como por ter conseguido levar adiante a discussão de temas importantes para toda a sociedade, como a homofobia.

Notícias da TV – Foi sua melhor novela?

Carrasco – Eu lamento não responder essa pergunta. Eu não penso que a vida é uma eterna competição entre meus trabalhos, ou quaisquer outras questões, onde a gente fica definindo o que é pior ou o que é melhor, como se um trabalho concorresse com o outro. Não existe isso, cada trabalho, livro, peça, novela, é uma viagem, com emoções. Amor à Vida sempre estará no meu coração pela profundidade dos temas e dos personagens.

Notícias da TV -  O que você faria diferente, se pudesse?

Carrasco - Nem na novela, nem nos livros, nem na vida, eu penso que faria alguma coisa diferente. A vida, ou a novela, segue como são.

Notícias da TV - O pastor Silas Malafaia disse que a Globo é "campeã da promoção da causa gay". Você acha justo acusarem a Globo de promover a causa gay?

Carrasco - Não acho justa a acusação de que Amor à Vida promove qualquer causa. Ela dá um retrato das famílias, dos relacionamentos da atualidade. Desde os de vanguarda, onde parceiros do mesmo sexo estabelecem famílias, até, sim, e acho que com bastante qualidade, os evangélicos. A obra é do autor, e tive liberdade para escrevê-la, o que só depõe a favor da Globo. Mas fico feliz que o pastor Silas Malafaia seja um telespectador atento da novela, já que ele parece não perder um capítulo, mesmo criticando alguns aspectos. 

LEIA TAMBÉM:

Globo adota o 'marketing do beijo gay; Niko e Félix podem dar selinho

Saiba o que acontecerá no último capítulo da novela das nove

Mais curto, Big Brother Brasil tem audiência recorde: 34 pontos

Milagres de Jesus ainda é vice, mas Rebelde e Ratinho encostam

Globo proíbe elenco de Amor à Vida de dar entrevistas até amanhã

Com programa independente, Gugu Liberato pode voltar à Record

Sem barba, Rafinha Bastos assina contrato para fazer Agora É Tarde

Record rebobina Pecado Mortal no meio da novela; assista


​► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook