REINO EM CRISE

Globo manda autor de Deus Salve o Rei reescrever novela e cortar coadjuvantes

Divulgação/TV Globo

Bruna Marquezine, Romulo Estrela e Marina Ruy Barbosa em cenas de Deus Salve o Rei: cadê a história? - Divulgação/TV Globo

Bruna Marquezine, Romulo Estrela e Marina Ruy Barbosa em cenas de Deus Salve o Rei: cadê a história?

DANIEL CASTRO e ODARA GALLO - Publicado em 29/03/2018, às 12h11

Insatisfeita com o desenvolvimento de sua atual novela das sete, a cúpula da Globo mandou o autor Daniel Adjafre reescrever 12 capítulos inteiros de Deus Salve o Rei. As mudanças visam tornar a trama medieval mais fluida e concentrar a história nos personagens principais, eliminando personagens coadjuvantes e tramas paralelas irrelevantes.

Como a novela está com as gravações adiantadas, as alterações só começarão a aparecer no ar daqui a duas semanas. Inicialmente ainda tímidas, apenas cortes de cenas consideradas desnecessárias, pura encheção de linguiça, como uma recente sequência em que o castelo de Montemor foi apresentado em detalhes para um grupo de figurantes.

As mudanças mais impactantes vão surgir na semana do dia 16, quando algumas tramas centrais ganharão novos rumos. Os capítulos dessa semana, os do bloco 15 (85 a 90), foram devolvidos a Daniel Adjafre por Silvio de Abreu, diretor de tedramaturgia da Globo, assim como os da semana seguinte. Esses capítulos estão sendo totalmente reescritos.

Para amenizar os efeitos no fluxo de produção da novela, a Globo também nomeou um novo colaborador para o estreante Adjafre, o roteirista Péricles Barros, ex-Mister Brau.

É a segunda vez que a Globo pede mudanças em Deus Salve o Rei. No início de fevereiro, antes mesmo da realização de pesquisas com grupos de telespectadores, a emissora determinou ao diretor Fabricio Mamberti ajustes na linha de direção. A principal foi tornar a interpretação de Bruna Marquezine, a vilã Catarina, mais natural, menos robótica.

Na época, a direção da Globo também encomendou ao autor Daniel Adjafre alterações no texto, visando concentrar as ações no triângulo Catarina (Bruna Marquezine), Afonso (Romulo Estrela) e Amália (Marina Ruy Barbosa).

Os ajustes, no entanto, não foram suficientes, e longas sequências sem nenhuma ultilidade para a trama central e tramas paralelas sem apelo junto ao público persistiram no texto. A determinação de agora é corrigir isso de vez.

O triângulo Catarina/Afonso/Amália será ainda mais forte. Lucrécia, a personagem de Tatá Werneck, será expulsa do convento em que foi confinada para ganhar maior relevância na história central, ao lado de Rodolfo (Johnny Massaro). Esquetes com coadjuvantes serão cortados. Ações cômicas e ações dramáticas dos protagonistas e antagonistas ficarão melhor separadas.

A nova versão dos capítulos que irão ao ar entre os dias 16 e 21 de abril chegaram ontem (28) aos Estúdios Globo. A principal mudança envolve Afonso (Estrela). Nos capítulos anteriores, ele se entregaria ao rei Rodolfo (Massaro) em troca da liberdade de Amália (Marina). Agora, ele tenta se unir aos reinos vizinhos para derrubar seu irmão, mas será traído por Otávio (ator ainda não divulgado), soberano de Lastrilha.

Outra alteração importante: Virgílio (Ricardo Pereira) descobre que Catarina (Marquezine) mantém o pai, Augusto (Marco Nanini), prisioneiro, e o personagem deve voltar. Com as mudanças, a trama ganhou maior movimentação.

A audiência de Deus Salve o Rei, na casa dos 25 pontos na Grande São Paulo, também preocupa a Globo. A média ainda é muito boa para o histórico recente do horário das 19h30, mas a novela vem oscilando muito no Ibope. Sua antecessora, com o mesmo número de capítulos, tinha três pontos a mais. 

Leia também

 

 

Últimas de Deus Salve o Rei

Enquete

Quem é seu personagem preferido de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook