Paulo Guarnieri

Galã nos anos 1980, ator admite não ter vocação para novelas e vira dono de hotel

Divulgação

O ator Paulo Guarnieri, que deixou a carreira na televisão e hoje é dono de um hotel - Divulgação

O ator Paulo Guarnieri, que deixou a carreira na televisão e hoje é dono de um hotel

FERNANDA LOPES - Publicado em 29/01/2018, às 06h04

Desde que assumiu para si mesmo que não tinha o dom para seguir na profissão de ator, a vida de Paulo Guarnieri mudou totalmente. Galã dos anos 1980, o filho de Gianfrancesco Guarnieri (1934-2006), um dos grandes nomes da TV brasileira, participou de oito novelas da Globo, como Bebê a Bordo (1988), reprisada atualmente no canal Viva. Insatisfeito com seu desempenho, decidiu abandonar os estúdios e abriu um hotel em Paraty (RJ). Há 16 anos ele administra o local. "Hoje vivo para viajar", diz, aos 55.

De volta ao ar involuntariamente na TV paga, Guarnieri afirma que a filha caçula, de 8 anos, é quem mais gosta de assistir às suas cenas em novelas antigas, porque não conheceu esse lado do pai. Ele confessa que odeia se ver.

"Eu me critico muito. Não gostava nem de ver em tempo real, na época em que eu fazia novela. Tanto que acabei largando. No fundo, eu não me achava o ator que eu gostaria de ser, via gente melhor. Se eu tivesse a vocação, eu teria batalhado. Quantos atores começaram não muito bem e se tornaram excelentes? Na verdade, eu não tinha vocação. Eu tinha muito prazer em fazer [novelas], mas quando via o resultado, pensava: 'Não... Posso fazer outras coisas'", afirma.

No início dos anos 1990, Guarnieri passou a dar sinais de que não se sentia bem com a profissão e começou a pensar em deixar a carreira. "Minha mulher dizia: 'Você está meio triste'. E eu respondia: 'Ah, meu Deus, amanhã tem gravação'. Ela mesma começou a falar: 'Paulo, se você não está feliz, saia, não faça'. Ela tinha razão".

A mudança de carreira aconteceu aos poucos, segundo o ex-ator. Suas últimas novelas foram Quatro por Quatro (1995), na Globo, e Perdidos de Amor (1996), da Band, além de uma participação em Você Decide (2000). Guarnieri produziu peças de teatro até que decidiu comprar terrenos em Paraty, cidade turística do Rio de Janeiro, e construir uma pousada.

"Se você me perguntasse: 'Paulo, você planejou largar a televisão e ter um negócio?'. Jamais. Há 30 anos, eu ia rir de quem dissesse isso. Mas aí conheci minha mulher, a família dela é de Paraty. Compramos terrenos para fazer uma casa, mas minha sogra sugeriu que eu fizesse uma pousada para ganhar dinheiro com isso. Nós adoramos a ideia e começamos devagarinho. Quando inauguramos, em novembro de 2001, tomei um susto ao ver aquilo lotado. E até hoje só cresceu", conta.

divulgação/tv globo

Tássia Camargo ao lado de Paulo Guarnieri na novela Pão Pão, Beijo Beijo, de 1983

Planos? Só de viagem
Mesmo com o negócio em Paraty, Guarnieri continua morando em São Paulo, onde começou sua carreira nos anos 1970. Ele participou de novelas de sucesso ao longo de mais de duas décadas, entre elas Plumas e Paetês (1980), Pão Pão, Beijo Beijo (1983), Cambalacho (1986) e Rainha da Sucata (1990).

Nos últimos anos, recebeu convites para voltar a atuar, mas recusou. "O SBT, alguns anos atrás, me sondou, mas aí eu não estava a fim mesmo, estava viajando muito. A Record chegou a me sondar duas vezes. Mas não tenho interesse", afirma.

Hoje, os dois filhos mais velhos de Guarnieri trabalham na mídia: Francisco é ator e já conseguiu que o pai fizesse uma participação especial ao lado dele em uma série da Warner, chamada Quero Ter Um Milhão de Amigos, de 2015. Já Carol Guarnieri é uma das integrantes do programa de viagens Sem Destino, do Multishow.

O ex-ator incentiva os filhos a buscarem seus rumos na TV, mesmo que ele prefira ficar distante desse meio, aproveitando a vida.

"Agora só tenho planos de viagem, hoje vivo pra isso. Chegamos a pensar em abrir uma pousada em Campos do Jordão, mas 'despensamos'. As coisas estão bem, o que a gente precisava ter, já tem. Está ótimo assim, não precisamos de mais nada", declara.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook