Frustração

SBT anuncia episódios 'perdidos', mas apenas reprisa Chaves

Reprodução

Roberto Gómez Bolaños e Carlos Villagrán em episódio de Chaves exibido nesta segunda (1°), pelo SBT - Reprodução

Roberto Gómez Bolaños e Carlos Villagrán em episódio de Chaves exibido nesta segunda (1°), pelo SBT

PAULO PACHECO - Publicado em 01/12/2014, às 18h33 - Atualizado às 19h57

O SBT frustrou os fãs de Chaves na tarde desta segunda-feira (1°) ao exibir os mesmos episódios que estrearam em janeiro deste ano com nova dublagem. A emissora havia anunciado episódios "perdidos" após a morte de Roberto Gómez Bolaños, levando fãs a acreditar que veriam capítulos praticamente inéditos, engavetados pela emissora há mais de 20 anos. Hoje, foram ao ar capítulos raros, gravados nos anos 1970 e com nova dublagem, mas já apresentados recentemente.

"Já está difícil ver Chaves depois desse fim de semana, aí passa episódio perdido com uma dublagem péssima. Quero morrer", desabafou Thay Wingates. "Isso foi pura sacanagem. Prometer episódios nunca vistos, depois na chamada colocar episódios perdidos e agora exibir os inéditos", revoltou-se Enzo Francisco.

Os episódios veiculados hoje eram inéditos até janeiro, quando o SBT anunciou uma exibição especial. Para a emissora, o material não faz parte do revezamento de capítulos comuns, por ter histórias e vozes diferentes. Por isso, são considerados pela emissora como "perdidos" e são exibidos apenas em ocasiões especiais, como a morte de Bolaños. A emissora colocou um selo na tela com as letras "E.P.", de "episódios perdidos".

Apesar das críticas dos fãs, os capítulos exibidos hoje mantiveram a audiência de Chaves: 8,2 pontos e picos de 10 na Grande São Paulo, segundo dados preliminares do Ibope. A Record ficou em segundo, com 10,2. A Globo liderou (17,9). Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.

O material, gravado na década de 1970, foi dublado em 2012 com outras vozes. O dublador de Chaves, Marcelo Gastaldi, morreu em 1995. Carlos Seidl e Nelson Machado (Seu Madruga e Quico, respectivamente) discordaram do acordo proposto pela emissora e recusaram dublar o enlatado novamente.

Em janeiro, foram ao ar 14 histórias inéditas e nove continuações, e os fãs também tinham estranhado a nova dublagem. Muitas afiliadas, entretanto, deixaram de transmitir Chaves para veicular programação local. Desta vez, todos irão ao ar para mais cidades.

O SBT tem 39 episódios inéditos ainda sem dublagem. Outros sete capítulos exibidos nos anos 1980 se deterioraram com o tempo e continuam engavetados. Entretanto, o acervo pode conter mais raridades. Estima-se que foram gravadas mais de 500 histórias, entre 1971 e 1992.

A expressão "episódios perdidos", difundida pelos fãs, se refere a capítulos de Chaves já exibidos pelo SBT nos anos 1980, mas que foram engavetados pela emissora. Desde 2011, o SBT relançou nove episódios "perdidos" e 59 "semelhantes" (com histórias parecidas às exibidas regularmente). Todo o material foi gravado no México entre 1972 e 1979.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você mais quer ver no BBB20?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook