LUIZ HENRIQUE MANDETTA

Ministro da Saúde pede desculpa após levar bronca no Jornal Nacional: 'A gente erra'

REPRODUÇÃO/TV BRASIL

Luiz Henrique Mandetta em coletiva de imprensa no ministério da Saúde

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta pediu desculpa aos meios de comunicação nesta segunda (30)

REDAÇÃO - Publicado em 30/03/2020, às 18h30

Na contramão do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde voltou a reforçar a necessidade do distanciamento social e se desculpou por ter criticado o trabalho da imprensa. Em coletiva na tarde desta segunda (30), Luiz Henrique Mandetta falou que levou um puxão de orelha da Globo, confessou que estava equivocado e pediu desculpa. "A gente erra", disse.

Em editorial lido por Ana Paula Araújo no Jornal Nacional do último sábado (28), a Globo condenou uma fala do ministro da Saúde contra o trabalho dos meios de comunicação brasileiros em meio ao coronavírus.

"O ministro da Saúde encontrou uma outra maneira de agradar o presidente: criticou o trabalho da imprensa, afirmando que os meios de comunicação são sórdidos, porque na visão dele só vendem se a matéria for ruim", falou Ana Paula.

"Na pandemia de um vírus letal, contra o qual não há medicamento ou vacina, é estarrecedor que ele [Mandetta] não reconheça que o nosso trabalho, o trabalho de todos os colegas jornalistas, daqui da Globo, mas também de todos os veículos, é um remédio poderoso: dar informação para que o povo possa se proteger", disse.

"Há muitos trabalhos essenciais, os dos médicos e enfermeiros em primeiro lugar, mas nós, jornalistas, estamos nas Redações e nas ruas arriscando nossa saúde, para cumprir nossa missão. E fazemos isso com orgulho", finalizou a âncora no Jornal Nacional.

Na coletiva de hoje (30), ao destacar o trabalho de todos os envolvidos, Mandetta fez um mea-culpa. "O assunto é muito maior do que o ministério da Saúde, essa briga não é minha, não é de Maria nem de José. Essa briga é da imprensa, dos meios de comunicação".

"Aliás, aqui eu falei dos meios de comunicação e ficaram bravos comigo, puxaram a minha orelha na Globo porque eu fiz um comentário sobre a cobertura. Eu peço desculpas, a gente quando erra, a gente erra. Peço desculpas", falou o ministro. Assista abaixo:

"Naquele momento, o que eu quis dizer é que leiam um livro, procure conversar, leia um pouco a Bíblia, nós estamos na quaresma", justificou Mandetta, que citou algo que ouviu no programa Manhattan Connection, da GloboNews, na sequência.

"Só poltrona, sofá e televisão é muito danoso, é estresse. O momento é um momento que tem que ter extrema grandeza todo mundo, pra respirar fundo. Nós temos notícia boa, temos paciente curado, temos paciente em alta, nós temos um exército de solidariedade e empresário ligando perguntando o que ele pode fazer", falou.

Veja abaixo o editorial do Jornal Nacional e as repercussões do pedido de desculpa de Mandetta:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook