Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FICOU DE MOLHO

Galvão Bueno mostra tratamento de edema nas cordas vocais: 'Passei um sufoco'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O narrador Galvão Bueno, da Globo, realiza tratamento se recuperar de edema nas cordas vocais

Galvão Bueno realiza tratamento para se recuperar de edema nas cordas vocais; voz já falhou ao vivo

REDAÇÃO

Publicado em 26/10/2019 - 19h11
Atualizado em 26/10/2019 - 19h22

Após ver sua voz falhar nos gritos de gol do jogo entre Grêmio e Flamengo na Globo em 2 de outubro, Galvão Bueno ficou três semanas de molho e retornou apenas na última quarta (23) para narrar o confronto de volta entre as duas equipes na Libertadores --dessa vez, com a voz bem mais potente. Neste sábado (26), o narrador revelou que passou um "sufoco" por causa de um edema nas cordas vocais.

Em vídeo, Galvão aparece falando enquanto uma médica aponta um laser para a sua garganta. O narrador agradece por ter voltado ao trabalho normalmente e são exibidas imagens de exercícios vocais que ele tem feito nos últimos dias. Antes de descobrir o edema, ele acredita que estava apenas com uma gripe

"Passei mesmo um sufoco. Estava perdendo a voz achando que era uma gripe forte e, na verdade, era um edema nas cordas vocais e uma inflamação de laringe. Quem descobriu foi a minha fonoaudióloga aqui de Londrina (PR)", revelou Galvão.

"Agradeço a Deus e à minha mulher, Desirée Soares, que está me marcando mais do que o time do Flamengo e me trazendo todos os dias pela mão para fazer o tratamento. É tão bom a gente ter uma recuperação e poder fazer aquilo que gosta, aquilo que ama", falou o principal nome do Esporte do Grupo Globo.

"Sabe o que é isso aqui? Laser, exercícios e muito trabalho. A vida é assim. Faça o que você fizer, trabalhe muito e se prepare bastante", recomendou Galvão Bueno.

Na legenda, o narrador ainda compartilhou a sua escala de trabalho para o mês de novembro, que inclui dois jogos da Seleção Brasileira, o Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil e a final da Libertadores entre Flamengo e River Plate, em 23 de novembro. Assista ao vídeo abaixo:

Após as falhas na voz no início do mês, Galvão Bueno se desculpou nas redes sociais e disse que se tratava de uma gripe.

"Quero pedir desculpas às dezenas de milhões de torcedores em todo o Brasil que estavam nos acompanhando. Tive uma forte recaída na gripe e sinusite e perdi a voz logo no início do jogo. Nada pior para um narrador do que não conseguir gritar os gols!", escreveu em seu Instagram na ocasião.

Desde então, Galvão ficou afastado do trabalho e deixou de narrar dois jogos da Seleção Brasileira, um Grande Prêmio de Fórmula 1 e ainda foi poupado de apresentar o Bem, Amigos, seu programa semanal no SporTV. Tudo para voltar 100% na partida decisiva da última quarta. Deu certo.

Depois do jogo, que terminou com uma vitória de 5 a 0 do Flamengo contra o Grêmio, Galvão comemorou ao vivo na Globo: "Como é bom gritar gol sem a voz falhar. Gritar e a garganta responder. E, ainda mais, gritar tantos gols assim".

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?