Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Memória da TV

Em 1963, Record movimentou São Paulo com pegadinha de 1º de abril

Divulgação

O cantor Duke Hazlett, sósia de Frank Sinatra, que participou de pegadinha da Record em 1963 - Divulgação

O cantor Duke Hazlett, sósia de Frank Sinatra, que participou de pegadinha da Record em 1963

THELL DE CASTRO

Publicado em 20/3/2016 - 7h23

Não é de hoje que as emissoras de televisão pregam peças nos telespectadores. Em março de 1963, após vários anúncios, um mistério movimentou a cidade de São Paulo: quem seria a grande atração internacional que viria ao Brasil para se apresentar na Record? Tudo não passava de uma brincadeira de 1º de abril, o dia da mentira.

Durante um mês, a emissora, que completaria dez anos, exibiu incontáveis chamadas em sua programação e fez anúncios nos principais jornais e revistas revelando as novidades para aquele ano. Uma delas era o programa Convidados Bombril, apresentado por Blota Jr. (1920-1999), lendário apresentador que comandou dezenas de programas na Record.

O fato é narrado pelo radialista e pesquisador Fernando Morgado no livro Blota Jr. - A Elegância no Ar (Matrix Editora), lançado no ano passado.

Os anúncios traziam uma frase misteriosa: "Em fins de março, o 'astro' que você esperou por 10 anos para poder ver". "Afinal, quem poderia ser? Frank Sinatra (1915-1998)? Yves Montand (1921-1991)? Os jornalistas faziam suas apostas e se esforçavam para tentar descobrir antes de 31 de março, o domingo para quando estava marcada a apresentação. Quando esse tão aguardado dia chegou, dezenas de repórteres se posicionaram em torno da sede da Record, mas nenhum deles conseguiu ver o tal 'astro'. O jeito foi esperar a noite chegar e ligar a TV", detalha o livro.

De acordo com Morgado, faltavam poucos minutos para a meia-noite quando Blota Jr. surgiu no vídeo, anunciando que, finalmente, seria desfeito o mistério que causou tanto alvoroço em São Paulo e no restante do Brasil. "Em seguida, a câmera focalizou uma cortina translúcida. Projetada nela, estava a silhueta de um homem que começou a cantar acompanhado pela orquestra da Record. Quem estava vendo e ouvindo poderia jurar: era Frank Sinatra, the voice, em carne e osso", conta.

O apresentador Blota Jr., da Record

Apesar do alvoroço momentâneo, era um ledo engano: após o segundo número musical, Blota Jr. invadiu a cena para fazer uma revelação. "Logo as cortinas se abriram e surgiu Duke Hazlett, considerado, por muitos anos, o mais perfeito sósia de Sinatra em todo o mundo. Depois disso, só restou ao Doutor, como era conhecido o apresentador, desejar um feliz primeiro de abril para todos", explica Morgado.

Evidentemente, de acordo com o pesquisador, muitos jornalistas da época não viram graça nenhuma na brincadeira.

Caso semelhante

Alguns anos depois, em 1970, a Globo fez uma brincadeira semelhante no programa Alô Brasil, Aquele Abraço. A "trollagem" aconteceu em uma fase em que o formato da atração dava sinais de desgaste. Na edição de 20 outubro de 1970, foi exibido um programa supostamente transmitido diretamente da Itália. Os apresentadores e artistas apareceram embarcando em um avião da Varig e anunciando atrações italianas.

Luiz Carlos Miele (1938-2015) apresentou Rita Pavone. Renato Corte Real anunciou Catherina Caselli, e Arlete Salles trouxe Rocki Roberts. Ao fim da atração, não foi informado que se tratava de uma brincadeira. Alguns dias depois, dada a repercussão da exibição, a revista Veja revelou: o programa foi todo gravado no Brasil. Não houve viagem alguma à Itália. O especial havia sido idealizado pelo produtor João Loredo (1930-2012) para quebrar a rotina.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?