Caldeirão Pop

BBB é 'estimulante intelectual' e faz bem à memória, afirma Pedro Bial

João Miguel Jr./TV Globo

Pedro Bial posa na porta do quarto do líder da 16ª edição de Big Brother Brasil - João Miguel Jr./TV Globo

Pedro Bial posa na porta do quarto do líder da 16ª edição de Big Brother Brasil

DANIEL CASTRO - Publicado em 19/01/2016, às 05h58

Você acha Big Brother Brasil o suprassumo da burrice televisiva? Pois saiba que um dos jornalistas mais conceituados do país, consumidor voraz de livros e filmes, discorda dessa avaliação. Para Pedro Bial, o reality show da Globo, cuja 16ª edição estreia hoje (19), é um "estimulante intelectual", que deixa o raciocínio mais rápido e ativa memórias adormecidas. Pelo menos para o próprio Bial, apresentador da atração desde 2001.

De hoje até abril, Bial fará uma "imersão total" no programa, acompanhará o que acontece no confinamento o tempo todo. "Eu só faço isso durante três meses. É difícil pra mim ler, engatar num livro. [BBB] Vira minha literatura. Leio pra caramba, mas, durante essa época, me envolvo [com BBB] até a raiz dos cabelos e é muito estimulante intelectualmente, estimulante à beça. Fico com a cabeça ágil, desperto um monte de ideias, de lembranças, mexe com a memória", disse a jornalistas na última quinta-feira, em uma entrevista concedida dentro da casa em que 12 participantes serão confinados nesta terça-feira. 

Diretor de um filme sobre o escritor Guimarães Rosa (Outras Estórias) e ex-correspondente da Globo na Alemanha, testemunha de um marco histórico, a queda do Muro de Berlim (1989), Bial define Big Brother como "um caldeirão pop". "E o pop tem essa característica de aproximar e bater linguagens diferentes, colidindo e criando novas ideias".

Isso não quer dizer, no entanto, que Bial veja no programa que apresenta um "estimulante intelectual" para toda a audiência. O programa é um ativador para ele, autor de discursos que transformam a eliminação de um participante em algo mais significativo. Para a maioria dos telespectadores, BBB é puro "escapismo", acredita o jornalista.

"Acho que em momentos de crise, como hoje, o espectador busca um escapismo. Sabe, a vida está tão dura, tão difícil, [que a pessoa] passa um dia desgraçado, chega em casa e quer dar risada, quer ver besteira. Claro, [ele] quer ver de tudo, mas é legítimo o desejo por tirar a cabeça das coisas sérias. Acho que a gente atende a isso", diz.

Bial participou do processo de seleção dos participantes deste ano. Na reta final de seleção, ele acompanhou as entrevistas em uma sala, sem que os candidatos o vissem. Dava palpites ao diretor via ponto eletrônico, sugeria perguntas. O resultado da seleção foi o elenco mais "diversificado" dos últimos anos, com participantes de 19 a 64 anos.

"Independentemente de idade, o que está sendo buscado são pessoas que tenham história de vida, rica, que tragam repertório, conteúdo. Acho que isso já apareceu claramente no BBB 15 e acho que isso se consolida neste ano", afirma. 

Segundo o apresentador, a presença no BBB 15 de Adriles e Mariza, participantes mais maduros e intelectualizados, estimulou a inscrição de candidatos mais velhos e mais estudados, como professores e pesquisadores. Um dos participantes de BBB 16 é doutor em filosofia. Outro é estudante. "Não necessariamente a gente procuou intelecto. Uma coisa é história de vida, vivência. Não tem nada a ver com com abordagem intelectualizada da vida". 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook