Sem complicação

Fabricante aposta na simplicidade para estimular uso da web na TV

Reprodução

Sequência de animações com o BeanBird, personagem que orienta conexão de TVs da LG à web - Reprodução

Sequência de animações com o BeanBird, personagem que orienta conexão de TVs da LG à web

EDUARDO BONJOCH - Publicado em 23/07/2014, às 10h31 - Atualizado em 24/07/2014, às 10h47

Bola da vez no mercado de televisores, os modelos que acessam a internet estão entre os mais procurados nas lojas. Segundo dados da Eletros (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos), as TVs conectadas representaram aproximadamente 22,3% do total de unidades vendidas no país em 2013. Foram comercializados mais de 3,3 milhões de aparelhos com essa tecnologia em 12 meses.

Mas boa parte dos consumidores não costuma utilizar essa função em seu dia a dia. Muitos acabam desistindo de conectar o televisor à web e acessar conteúdos online na tela grande por achar o processo muito complicado.

"Já tentei usar a função algumas vezes, mas achei bem difícil, diz Henriqueta Lemes, que atua na área de importação e comprou uma TV conectada de 47 polegadas há pouco mais de um ano. Nem ela nem as duas filhas, uma adulta e outra com 10 anos, costumam ver filmes, séries e vídeos da internet pelo televisor. “Se fosse mais simples, certamente, aproveitaria melhor esse recurso.”

O mesmo acontece com o jornalista Fabian Chacur, que adquiriu recentemente uma TV conectada de 42 polegadas, mas resiste em aproveitar seu principal recurso. “Acho que o consumidor, de um modo geral, tem receio de dar o primeiro passo”, afirma. “Cria seus monstros e não consegue prosseguir.”

Eles não estão sozinhos. Uma pesquisa internacional encomendada pela LG aponta que 53% das pessoas não sabem até onde é possível chegar com uma TV conectada. Além disso, 75% acham a plataforma muito complicada. Os resultados orientaram mudanças.

“Em vez de continuarmos adicionando mais e mais funções em nossas Smart TVs, que poucas pessoas utilizarão, decidimos mirar na simplicidade com a nova plataforma webOS da linha 2014”, diz In-kyu Lee, presidente da divisão de TVs da LG Electronics Home Entertainment Company. Segundo ele, a novidade caiu no gosto do consumidor. “Já vendemos mais de 1 milhão de TVs com webOS no mundo, desde o lançamento da plataforma em março deste ano.”

Quanto mais simples, melhor

De fato, conectar um televisor com a tecnologia webOS à internet é muito simples. Assim que se liga o aparelho pela primeira vez, o telespectador conhece o personagem BeanBird (um pássaro em formato de feijão), que orienta cada passo do processo de conexão.

O colorido da tela e a simplicidade como o personagem vai perguntando ao usuário dados como a cidade de residência e a senha de acesso ao wi-fi deixam a tarefa bem amistosa, até para quem tem mais receio de tecnologia.

E se algum detalhe puder ser melhorado para que o consumidor aproveite melhor a conexão com a internet, BeanBird volta à cena, chamando a atenção do telespectador. Esse processo de configuração é rápido. Após a conclusão, a TV começa a exibir as imagens dos canais ou de outras fontes de vídeo.

Um dos grandes atrativos é a possibilidade de acessar a barra de navegação na internet, onde ficam as várias opções de aplicativos, sem deixar de ver o programa de TV, que continua sendo exibido normalmente na mesma tela. E dá para mudar de conteúdo, da TV para a web e vice-versa, com apenas um toque no controle remoto “inteligente” que acompanha a embalagem (chamado pelo fabricante de Smart Magic). 

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook