Novidade

À venda só por encomenda, TVs gigantes custam um apartamento

Divulgação/LG

Modelo gigante da LG vem com tela curva de LED com ultra-alta definição e no formato de cinema - Divulgação/LG

Modelo gigante da LG vem com tela curva de LED com ultra-alta definição e no formato de cinema

EDUARDO BONJOCH - Publicado em 28/11/2014, às 13h03 - Atualizado em 29/11/2014, às 15h16

Novidade no mercado, duas TVs de tela curva com 105 polegadas estão chegando às lojas. A mais “barata”, da LG, começou a ser vendida nesta semana por R$ 299 mil, R$ 200 mil a menos do que o modelo da Samsung, programado para ser lançado em dezembro. Com os mesmos R$ 499 mil do aparelho da Samsung, o consumidor pode comprar um apartamento de até três dormitórios no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo.

Restritos aos consumidores de luxo, os novos produtos exigem também uma grande equipe de instalação. Nos dois casos, os produtos são importados e vendidos somente sob encomenda. Por enquanto, apenas a TV da LG pode ser encontrada no mercado, inicialmente, nas lojas da rede Fast Shop. O prazo de entrega é de 90 dias, ou seja, imagem gigante em casa só em 2015.

TV entra pela janela

Transportar uma TV de 105 polegadas é uma missão bem complicada. “Na caixa, o televisor pesa mais de 300 quilos e precisa ser transportado por pelo menos cinco homens para garantir a segurança do produto”, afirma Fernanda Summa, gerente de marketing da LG.

Mas o peso não é o único obstáculo. A embalagem da nova TV tem aproximadamente 2 metros e 62 centímetros de largura por 1 metro 75 centímetros de altura, o que também pode criar problemas na hora de entrar em um apartamento, por exemplo.

“Antes de finalizar a compra, já avaliamos como será a instalação”, comenta Daniel Cunha, gerente comercial Fast Shop. “Há casos em que não dá para entrar com a TV pelo elevador e a solução é içar o aparelho até a varanda ou a maior janela do imóvel onde mora o cliente. Em outras instalações, é preciso desmontar a porta para que possamos realizar nosso trabalho.”

Além disso, o consumidor deve ter muito cuidado na hora de escolher um suporte de parede ou base de apoio para uma TV gigante. “Só recomendamos o uso dos acessórios que já acompanham o produto”, diz João Paulo Rezende, gerente de TV da Samsung.

Série House of Cards em ultra HD na TV da LG: sem formação de pontos. (Foto: Divulgação) 

Imagem de cinema

As duas TVs mais caras do Brasil apresentam tela curva de LED com ultra-alta definição (ultra HD) no formato 21:9, o mesmo utilizado nos cinemas, que proporciona maior campo de visão na comparação direta com a maioria das TVs. Graças a essa característica, são capazes de exibir 5.120 por 2.160 pixels, que resultam em mais de 11 milhões de pixels (pontos de formação da imagem) na tela. São cinco vezes mais pixels do que as TVs full HD.

A maior vantagem está na nitidez, no detalhamento e na profundidade da imagem. Durante a demonstração da TV da LG, foi possível assistir ao seriado House of Cards em ultra HD bem perto da tela sem notar os pontos de formação da imagem. Por enquanto, conteúdos com essa resolução só estão disponíveis para TV na Netflix, e não há previsão do formato chegar aos programas da TV aberta ou paga.

A distância ideal entre o telespectador e a tela para se ver uma imagem de 105 polegadas no dia a dia é de pelo menos quatro metros. Segundo Paulo Sérgio Correia, que presta consultoria na área de vídeo há 35 anos, o mais importante é assegurar o conforto visual. “O consumidor deve se posicionar a uma distância onde ele possa enxergar a tela por inteiro sem precisar virar o pescoço, o que é muito incômodo.” 

TV Samsung pode ser dividida em quatro para mais exibições (Foto: Divulgação/Samsung)

TV e internet ao mesmo tempo

Dois itens chamam a atenção na TV da Samsung. Dá, por exemplo, para dividir a tela em quatro partes, permitindo acompanhar simultaneamente um programa de TV, um vídeo do YouTube com a lista de vídeos relacionados e outras sugestões do que está sendo exibido nos principais canais. Na parte de conexões, o destaque é uma caixinha externa, onde são ligados todos os aparelhos do sistema. Assim, a parte de trás do televisor fica livre do amontoado de fios, deixando a instalação mais bonita e organizada.

Já compatível com a nova plataforma de internet do fabricante, a TV LG de 105 polegadas traz uma função adicional: a possibilidade de dividir a tela ao meio para ver TV e um aplicativo da internet ao mesmo tempo. Outro ponto forte é o sistema de som com 150 watts de potência, que foi projetado em parceria com a marca Harman Kardon. Espalhados pela base do televisor, os alto-falantes simulam 7.1 canais de áudio, aumentando o envolvimento sonoro no ambiente.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook