Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Recap S08E01

Walking Dead retorna explosiva com temporada que promete ser a melhor

Divulgação/AMC

Os atores Andrew Lincoln e Lauren Cohan na estreia da oitava temporada de Walking Dead - Divulgação/AMC

Os atores Andrew Lincoln e Lauren Cohan na estreia da oitava temporada de Walking Dead

JOÃO DA PAZ

Publicado em 23/10/2017 - 0h53

[Atenção: este texto contém spoilers]

Demorou para pegar no tranco, mas o episódio de estreia da oitava temporada de Walking Dead, exibido ontem (22), indicou que o drama zumbi pode estar entrando em sua melhor fase desde a estreia, há sete anos. Explosivo, o retorno da série trouxe a primeira etapa da guerra entre Rick (Andrew Lincoln) e Negan (Jeffrey Dean Morgan), vencida pelo xerife.

Ele e sua trupe de aliados, das comunidades Hilltop e O Reino, foram até a sede dos Salvadores, uma fábrica abandonada, para propor com hostilidade um acordo de paz. Negan ouviu os argumentos de Rick com incredulidade e desconsiderou uma trégua.

Sem entendimento, os seguidores do líder de Alexandria dispararam fogo para todos os lados, demonstrando ao vilão que estavam armados até os dentes. No intenso tiroteio, o xerife conseguiu atingir Negan na perna, mas o plano traçado meticulosamente não era aniquilá-lo de vez e, sim, deixar os Salvadores presos no próprio lar, com a fábrica cercada por centenas de zumbis atraídos pelo barulho das balas.

Os mortos-vivos chegaram até o local após uma tática bem executada por Daryl (Norman Reedus), Carol (Melissa McBride), Morgan (Lennie James) e Tara (Alanna Masterson). O quarteto trouxe os zumbis de longe, fazendo com que eles seguissem diversas explosões.

Ninguém morreu no conflito, porém o time do Rick teve uma baixa. O padre Gabriel (Seth Gilliam) ficou cercado de zumbis no santuário dos Salvadores e se viu dentro de um trailer ao lado de Negan. O vilão vai usá-lo como isca para chamar a atenção de Rick em seu contra-ataque.

Começo morno
A ação teve início de fato da metade do episódio para o final. No começo, a história caminhou devagar, quase parando, com discursos motivacionais de Rick, Maggie (Lauren Cohan) e Ezekiel (Khary Payton).

Aos poucos, Walking Dead conseguiu mesclar a característica de ser assumidamente detalhista no desenvolvimento da trama com a tão aguardada guerra total.

A oitava temporada tem tudo para ser a melhor de todas, com episódios envolventes. A primeira movimentação no tabuleiro foi dada por Rick, agora é a vez de Negan.

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.