Portia de Rossi

Mulher de Ellen, atriz de 45 anos se aposenta para vender quadros de R$ 10 mil

Divulgação/Warner Bros.

A atriz Portia de Rossi (á esq.) com Ellen DeGeneres em entrevista no talk show Ellen, na última quarta (16) - Divulgação/Warner Bros.

A atriz Portia de Rossi (á esq.) com Ellen DeGeneres em entrevista no talk show Ellen, na última quarta (16)

REDAÇÃO - Publicado em 17/05/2018, às 13h18

A atriz Portia de Rossi, de 45 anos, anunciou sua aposentadoria na edição de ontem (16) do talk show da apresentadora Ellen DeGeneres, sua mulher. Ela atuará pela última vez em cinco episódios da quinta temporada de Arrested Development, que chega à Netflix no próximo dia 29. Depois, se dedicará a vender quadros de arte a um preço mais acessível. As peças custam uma "pechincha", de R$ 1,5 mil a R$ 10 mil.

Formada em Artes, Portia desenvolveu uma tecnologia chamada Synograph, juntamente com a multinacional Fujifilm. O projeto recria quadros de artes fidedignos usando uma impressora 3-D, com o objetivo de baratear a comercialização das peças e atingir um público menos elitizado.

"Ao refletir sobre minha vida na casa dos 45 anos, pensei nas coisas que eu fiz e naquelas que nunca experimentei e seria um desafio encará-las", contou a atriz para Ellen. "Eu meio que sabia o que a atuação daria para mim nos próximos 10, 20 anos. Então, eu decidi largar tudo e iniciar um negócio."

Em reportagem para a revista Architectural Digest, Portia explicou o surgimento da ideia. "Eu me sentia culpada ao olhar para os quadros que eu e Ellen possuímos e perceber que poucas pessoas têm acesso a esse tipo de arte", confessou. "Daí, eu pensei que deveria haver alguma forma de compartilhar essas pinturas com outras pessoas que não desfrutam da mesma experiência que nós privilegiados temos."

A motivação de Portia é sintetizada no nome da empresa que ela criou para vender os quadros: General Public (Público em Geral). A venda das pinturas é feita online e em galerias. O site (generalpublic.art) foi lançado no último dia 10 e, na semana passada, foi feita uma festa em Los Angeles celebrando o projeto, que contou com a presença de nomes poderosos de Hollywood, como Jennifer Aniston e Diane Keaton.

23 anos de carreira
Após fazer um filme na Austrália, seu país natal, Portia de Rossi estreou na TV norte-americana na comédia Too Something, em 1995. Dois anos depois, ela entrou no cinema hollywoodiano com o filme Pânico 2.

Após trabalhos em outras séries e filmes menores, Portia conseguiu seu primeiro grande papel interpretando a advogada Nelle Porter em Ally McBeal (1997-2002).

Em 2003, ela cravou um espaço entre os protagonistas de Arrested Development, na pele da materialista Lindsay Bluth Funke. Seu último grande personagem foi a Elizabeth North, presidente do comitê nacional do Partido Republicano, nas últimas quatro temporadas de Scandal (2012-2018).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook