Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Fora de série

Game of Thrones vira tema de curso em universidade de elite dos EUA

Divulgação/HBO

Os atores John Bradley e Hannah Murray em cena da sétima temporada de Game of Thrones - Divulgação/HBO

Os atores John Bradley e Hannah Murray em cena da sétima temporada de Game of Thrones

REDAÇÃO

Publicado em 1/6/2017 - 14h52

As semelhanças entre a trama de Game of Thrones e a Idade Média (476-1453) serão tema de aulas em Harvard, uma das universidades mais prestigiadas dos Estados Unidos. No curso intitulado O Verdadeiro Game of Thrones: Dos Mitos Modernos aos Modelos Medievais, professores discutirão como a série adapta e distorce a cultura da época.

Personagens arquétipos centrais de GoT (o rei, a mulher fiel, o guerreiro, o segundo filho) serão usados nas aulas como analogias para explicar literatura, religião e lendas da era medieval.

"Game of Thrones dramatiza perfeitamente acontecimentos fundamentais que ocorriam na Idade Média", disse Sean Gisldorf, professor de Harvard, para a revista Time. "Tensões entre a rainha e a jovem que casa com um dos seus filhos são exemplos de conflitos reais do século 10 na Alemanha, onde essas mulheres eram vistas se enfrentando com frequência."

Essa ilustração do acadêmico é uma referência à rivalidade entre Cersei Lannister (Lena Headey) e a jovem Margaery Tyrell (Natalie Dormer), que se casou com dois filhos da rainha, um depois do outro: Joffrey (Jack Gleeson) e Tommen (Dean-Charles Chapman).

A ideia de Harvard, localizada na região metropolitana de Boston, é atrair mais alunos para os cursos de humanas. Na universidade, as inscrições nas graduações dessa área caíram 16% nas últimas seis décadas.

"Quando eu leio grandes histórias da era medieval para os meus estudantes, eles dizem: 'Nossa! Isso é igual a Game of Thrones'", contou a professora Racha Kirakosian, também para a revista Time. "Eu contra-ataco dizendo que não, é o contrário [GoT imita histórias da Idade Média]. Faz parte do nosso trabalho usar esse interesse [dos alunos] e aprofundar [o assunto]".

Outros cursos
Não é a primeira vez que Game of Thrones vira tema de curso em uma universidade. Em abril, a UC Berkeley, na Califórnia, lançou aulas sobre os idiomas ficcionais usados na série: Dothraki e High Valyrian. O linguista que idealizou a matéria também apresentou aos alunos outros idiomas originais de séries, como os vistos em The 100 e Defiance (2013-2015).

A UC Berkeley teve ainda outros cursos curiosos inspirados em programas de TV: propôs aos alunos reflexões sobre Os Simpsons e a Filosofia e usou a popularidade do reality show judicial Judge Judy para discutir e ensinar argumentação e lógica.

A cultura pop e o meio acadêmico também se misturaram no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), que teve um curso sobre as novelas norte-americanas. Já a Universidade Northwestern analisou as transformações sociais e o consumismo em Mad Men (2007-2015).

TUDO SOBRE

Game of Thrones

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
De vendedor de pastéis a diretor de cinema: Por onde anda o elenco de Malhação 2008?Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas