Batalha dos Bastardos

Episódio sangrento de Game of Thrones tenta quebrar recorde no Emmy

Divulgação/HBO

O ator Kit Harington em cena de Batalha dos Bastardos, penúltimo episódio da 6ª temporada - Divulgação/HBO

O ator Kit Harington em cena de Batalha dos Bastardos, penúltimo episódio da 6ª temporada

JOÃO DA PAZ - Publicado em 18/09/2016, às 06h40 - Atualizado às 07h47

Batalha dos Bastardos, o episódio mais sangrento da sexta temporada de Game of Thrones, tenta neste domingo (18) quebrar um recorde no Emmy. Se vencer três categorias na cerimônia de logo mais à noite, será o episódio com mais estatuetas na história do Oscar da TV. Até hoje, o maior vencedor é o piloto de Boardwalk Empire (2010-2014), que conquistou seis prêmios em 2011. O Emmy de 2016 será transmitido ao vivo pela Warner Channel a partir das 20h.

Batalha dos Bastardos venceu todas as disputas de que participou no Emmy dedicado às categorias técnicas, realizado na semana passada: mixagem de som em série dramática ou de comédia, efeitos visuais, maquiagem e edição. O episódio disputará hoje à noite mais três prêmios (roteiro, direção e ator coadjuvante/Kit Harrington). Se vencer todos, terá sete prêmios, superando Boardwalk Empire.

Com uma luta campal de 23 minutos, Batalha dos Bastardos foi de fato um episódio épico. O combate teve 86 horas de imagens captadas ao longo de 25 dias. Foram usados 70 cavalos e 500 figurantes, número equivalente ao nível de grandes filmes de guerra hollywoodianos. O duelo pelo reinado de Winterfell foi travado entre os exércitos do filho bastardo da família Bolton, Ramsay (Iwan Rheon), e os soldados do integrante bastardo da família Stark, Jon Snow (Harington).

Esse episódio também pode ajudar Game of Thrones a bater outro recorde. Fora as categorias disputadas por Batalha dos Bastardos, o drama da HBO concorre pelos prêmios de atriz coadjuvante (três atrizes da atração estão na briga) e melhor série dramática. Três estatuetas serão suficientes para Game of Thrones se tornar a série com mais Emmys em toda a história, deixando para trás a comédia Frasier (1993-2004), que é a atual líder com 37 prêmios. O detalhe é que as conquistas de Frasier aconteceram ao longo em 11 temporadas, e Game of Thrones terminou o sexto ano há três meses.

Ainda rainha

Atrelada eternamente ao slogan "Isto não é TV, é HBO", o canal pago reina no Emmy. Além da força de Game of Thrones entre as séries dramáticas, Veep é o trunfo da HBO no campo das comédias _ambas as séries são as atuais detentoras das categorias mais importantes no Oscar da TV. Veep é a favorita para repetir a conquista, assim como sua protagonista, a estrela Julia Louis-Dreyfus, na disputa de melhor atriz.

Caso vença, será a sétima estatueta dela como atriz (também já ganhou como produtora), e especula-se que Julia possa deixar de concorrer para abrir espaço para suas colegas de profissão. Essa decisão já foi tomada no passado: a atriz Candice Bergen deixou de participar do Emmy após conquistar cinco prêmios pela série Murphy Brown (1988-1998).

divulgação/hbo

Já no Hall da Fama da TV, Julia Louis-Dreyfus está em busca do sétimo Emmy da carreira

No Emmy deste ano, a HBO é líder em nomeações (94), bem à frente do segundo colocado, o canal FX (56), e da Netflix (54), que aparece em terceiro. Mas o número alcançado pela HBO é menor do que as 126 indicações registradas no ano passado. O terreno perdido pelo canal se deve à qualidade de séries produzidas pelos concorrentes, e a principal ameaça tem um nome: Netflix.

O serviço de vídeo por streaming copia os passos dados pela HBO há três décadas. A primeira participação do canal no Emmy foi em 1988, e, cinco anos depois, já concorria em 56 categorias. A Netflix entrou no Emmy em 2012 e agora, quatro anos depois, recebeu 54 nomeações. Assim como a HBO, a plataforma está produzindo séries, documentários, talk shows, filmes e programas de variedades. É justamente por ter um conteúdo diversificado que a HBO concorre em várias categorias.

A Netflix vem crescendo na premiação, tal como ocorreu com a HBO. Foram cinco Emmys conquistados em 2014 e 11 estatuetas em 2015. Já a HBO teve uma vitória a menos de um ano para outro: de 37 em 2014 para 36 em 2015. Em duas categorias importantes, a Netflix pode aproveitar uma ausência rara da HBO: pela primeira vez em seis anos, o canal não tem ator ou atriz indicados nas categorias de protagonistas em séries dramáticas. A aposta da Netflix é que Kevin Spacey e Robin Wright, ambos de House of Cards, possam abocanhar os respectivos prêmios.

Show de atuação

O favoritismo de Spacey e Wright se deve ao ótimo trabalho apresentado na quarta temporada do drama político da Netflix. O destaque mais expressivo é da atriz, já que sua personagem, a primeira-dama dos Estados Unidos Claire Underwood, centralizou toda a trama. Seu par na série, Spacey, que interpreta o presidente norte-americano Frank, terá um páreo duro contra Rami Malek. Ele teve atuação marcante como o hacker anarquista Elliot Alderson de Mr. Robot.

reprodução/the hollywood reporter

Elenco de American Crime Story faz pose imponente para revista; todos estão no Emmy

Ainda assim, no conjunto da obra, os desempenhos mais impressionantes são do elenco da minissérie American Crime Story: O Povo Contra OJ Simpson. Todos os cinco atores principais da produção estão concorrendo a Emmys, tanto nas categorias de protagonistas quando nas de coadjuvantes. John Travolta, Sarah Paulson, Cuba Gooding Jr., Courtney B. Vance e David Schwimmer (na foto acima, da esq. para a dir.) trabalharam muito bem na reconstrução do caso que envolveu o ex-jogador de futebol americano OJ Simpson (Gooding Jr.), acusado de matar a ex-mulher e o suposto amante dela.

A expectativa é que American Crime Story leve todos os prêmios de atuação que disputa (são três). A atração também é favorita na briga por melhor minissérie, roteiro e direção de minissérie ou filme. Nessas últimas duas categorias, o drama concorre com três episódios em cada. Nos prêmios técnicos, foram quatro vitórias: elenco, perucas e penteados, montagem e mixagem de som.

Confira a lista dos indicados à 68ª edição do Emmy:

Melhor série dramática

Game of Thrones (HBO)

House of Cards (Netflix)

Downton Abbey (+Globosat, GNT, Cultura)

Better Call Saul (Netflix)

Mr. Robot (Space, Record)

The Americans (Fox Action)

Homeland (Fox Action)

 

Melhor série de comédia

Veep (HBO)

Transparent

Silicon Valley (HBO)

Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)

Blackish (Sony)

Modern Family (Fox Life)

Master of None (Netflix)

 

Melhor minissérie

American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson (FX)

Fargo

American Crime (AXN)

Roots (History)

The Night Manager

 

Melhor atriz em série dramática

Robin Wright (Claire Underwood em House of Cards)

Viola Davis (Annalise Keating em How to Get Away With Murder)

Taraji P. Henson (Cookie Lyon em Empire)

Claire Danes (Carrie Mathison em Homeland)

Keri Russell (Elizabeth Jennings em The Americans)

Tatiana Maslany (vários personagens em Orphan Black)

 

Melhor ator em série dramática

Bob Odenkirk (Saul Goodman em Better Call Saul)

Kevin Spacey (Frankie Underwood em House of Cards)

Kyle Chandler (John Rayburn em Bloodline)

Liv Schreiber (Raymond Donovan em Ray Donovan)

Rami Malek (Elliot Anderson em Mr. Robot)

Matthew Rhys (Philip Jennings em The Americans)

 

Melhor atriz em série de comédia

Julia Louis-Dreyfus (Selina Meyer em Veep)

Amy Schumer (vários personagens em Inside Amy Schumer)

Ellie Kemper (Kimberly Schmidt em Unbreakable Kimmy Schmidt)

Tracee Ellis Ross (Rainbow Johnson em Blackish)

Laurie Metcalf (Jenna James em Getting On)

Lily Tomlin (Frankie Bergstein em Grace and Frankie)

 

Melhor ator em série de comédia

Anthony Anderson (Andre Johnson em Blackish)

Aziz Ansari (Dev em Master of None)

Jeffrey Tambor (Maura em Transparent)

Thomas Middleditch (Richard Hendricks em Silicon Valley)

William H. Macy (Frank Gallagher em Shameless)

Will Forte (Phil Miller em The Last Man on Earth)

 

Melhor atriz em minissérie ou filme

Sarah Paulson (Marcia Clark em American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson)

Kirsten Dunst (Peggy Blumquist em Fargo)

Lili Taylor (Anne Blaine em American Crime)

Kerry Washington (Anita Hill em Confirmation)

Audra McDonald (Billie Holiday em Lady Day at Emerson's Bar & Grill)

Felicity Huffman (Leslie Graham em American Crime)

 

Melhor ator em minissérie ou filme

Bryan Cranston (Lyndon Johnson em All the Way)

Benedict Cumberbatch (Sherlock Holmes em Sherlock: The Abominable Bride)

Courtney B. Vance (Johnnie Cochran em American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson)

Idris Elba (John Luther em Luther)

Tom Hiddleston (vários personagens em The Night Manager)

Cuba Gooding Jr. (O.J. Simpson em American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson)

 

Melhor atriz coadjuvante em série dramática

Constance Zimmer (Quinn King em UnREAL)

Maggie Smith (Violet Crawley em Downton Abbey)

Maura Tierney (Helen Solloway em The Affair)

Lena Headey (Cersei Lannister em Game of Thrones)

Maisie Williams (Arya Stark em Game of Thrones)

Emilia Clarke (Daenerys Targaryen em Game of Thrones)

 

Melhor ator coadjuvante em série dramática

Peter Dinklage (Tyrion Lannister em Game of Thrones)

Ben Mendelsohn (Danny Rayburn em Bloodline)

Jon Voight (Mickey Donovan em Ray Donovan)

Kit Harington (Jon Snow em Game of Thrones)

Michael Kelly (Doug Stamper em House of Cards)

Jonathan Banks (Mike Ehrmantraut em Better Call Saul)

 

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia

Anna Chlumsky (Amy Brookheimer em Veep)

Allison Janney (Bonnie Plunkett em Mom)

Kate McKinnon (vários personagens em Saturday Night Live)

Judith Light (Shelly Pfefferman em Transparent)

Niecy Dash (Didi Ortley em Getting On)

Gaby Hoffmann (Ali Pfefferman em Transparent)

 

Melhor ator coadjuvante em série de comédia

Tony Hale (Gary Walsh em Veep)

Ty Burrell (Phil Dunphy em Modern Family)

Louie Anderson (Christine Baskets em Baskets)

Tituss Burgess (Titus Andromedon em Unbreakable Kimmy Schmidt)

Andre Braugher (Ray Holt em Brooklyn Nine-Nine)

Keegan-Michael Key (vários personagens em Key and Peele)

Matt Walsh (Mike McLintock em Veep)


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook