Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA NESTA SEXTA

Adultério, inveja e intrigas: The Crown volta mais novelão na segunda temporada

Fotos: Divulgação/Netflix

Elizabeth (Claire Foy) 'promove' Philip (Matt Smith) a príncipe para estimular ego do marido - Fotos: Divulgação/Netflix

Elizabeth (Claire Foy) 'promove' Philip (Matt Smith) a príncipe para estimular ego do marido

LUCIANO GUARALDO

Publicado em 8/12/2017 - 5h16

Única produção da Netflix a levar o Globo de Ouro de melhor série, The Crown retorna nesta sexta-feira (8) com uma segunda temporada visualmente impecável, mas com temas que parecem saídos de um folhetim. Há suspeita de adultério, inveja entre irmãs e intrigas políticas de fazer inveja a House of Cards. A vida dentro dos corredores do palácio de Buckingham rende material para um novelão de tirar o fôlego.

A temporada se passa entre 1957 e 1963 e tem como foco principal uma crise no casamento da rainha Elizabeth (Claire Foy) e do príncipe Philip (Matt Smith).

Frustrado por ter que se submeter aos desejos e vontades da mulher, Philip se sente diminuído e acaba escalado para uma longa viagem pelos países da Comunidade das Nações. Afastado da rainha, é insinuado que o príncipe se envolve com outras mulheres, e Elizabeth o confronta sobre possíveis casos.

O roteiro de Peter Morgan (indicado ao Oscar por A Rainha) constrói situações comuns para pessoas extraordinárias. O adultério vira uma pedra que ameaça o matrimônio, mas tanto Elizabeth quanto Philip sabem que, pelas posições que ocupam, o divórcio jamais será uma opção para eles. Assim, tentam manter as aparências em frente às câmeras enquanto se atacam porta adentro.

Não é a única relação da rainha à beira do colapso: sua irmã, Margareth (Vanessa Kirby), ainda não a perdoou por impedir que ela se casasse com um homem divorciado.

Mimada, rebelde e louca para ser o centro das atenções, a irmã que sabe que jamais chegará ao trono faz de tudo para atormentar Elizabeth. É uma relação curiosa: Margareth inveja a posição da rainha, enquanto a tímida e insossa Elizabeth cobiça o manejo social da irmã.

Na segunda temporada, Margareth inicia um affair ainda mais controverso: com um homem bissexual, boêmio e adepto de relacionamentos abertos, o fotógrafo Anthony Armstrong-Jones (Matthew Goode).

Elizabeth acredita que a união pode repercutir mal na imprensa, mas sabe que barrar outro namoro da irmã destruiria de vez a família. Mais uma vez, a posição que a realeza ocupa transforma algo banal em uma crise de grandes proporções.

Margareth (Vanessa Kirby) se envolve com o fotógrafo bissexual Anthony (Matthew Goode)

Com o afastamento do primeiro-ministro Winston Churchill (John Lithgow, que faz falta na série), Elizabeth precisa lidar com seus dois sucessores: Anthony Eden (Jeremy Northam) e Harold Macmillan (Anton Lesser), figuras bem menos marcantes ou calorosas na vida da rainha.

Os dois são responsáveis, no entanto, por conflitos internacionais que ameaçam a supremacia britânica na geopolítica mundial _e forçam Elizabeth a sair de cima do muro em que foi colocada com sua coroação e agir pela primeira vez para garantir a integridade da Comunidade das Nações.

Paralelos com a coroa atual
É no mínimo curioso assistir a The Crown e observar o quanto a família real evoluiu em seis décadas. Margareth foi proibida de se casar com um homem porque ele era divorciado, e o rei Edward 8º foi obrigado a abdicar do trono para viver com a americana divorciada Wallis Simpson; agora, o príncipe Harry conta com apoio popular em seu noivado com a atriz Meghan Markle, também divorciada.

Na segunda temporada, outra situação que não acontece mais hoje em dia: um noivado é adiado por causa da gravidez da rainha. Segundo a tradição da Coroa, um anúncio não poderia atropelar o outro. Neste ano, o noivado de Harry foi comunicado revelado pouco depois da revelação de que Kate Middleton está grávida pela terceira vez.

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas