Preconceito

Império: Após surtar com gays, Enrico discrimina nordestinos

Divulgação/TV Globo

Joaquim Lopes (Enrico) contracena com Rafael Cardoso (Vicente) na novela Império, da TV Globo - Divulgação/TV Globo

Joaquim Lopes (Enrico) contracena com Rafael Cardoso (Vicente) na novela Império, da TV Globo

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 03/11/2014, às 16h18 - Atualizado em 04/11/2014, às 17h54

Personagem de Joaquim Lopes em Império, Joaquim Lopes vai mostrar que, além de homofóbico, tem preconceito contra nordestinos. Ele aparecerá na festa de reabertura de seu ex-restaurante e discutirá com Cláudio (José Mayer) porque o cerimonialista o demitiu e promoveu Vicente (Rafael Cardoso), que “ainda por cima é nordestino”, para ocupar o seu lugar. 

Na sequência, que irá ao ar no dia 19 durante a festa de reabertura do restaurante da novela das nove, Enrico chegará cuspindo farpas. “Eu vi lá fora o novo letreiro [que levará o nome de Vicente]. E nem precisava ver, já dá para sentir de longe o cheiro da comida nordestina daquele pau-de-arara. Coitada da minha clientela, perdeu o melhor restaurante italiano da cidade”, dirá Enrico, assim que entrar no estabelecimento.

Antes que o filho arme um escândalo, Cláudio vai mostrar que ele não é bem-vindo. “Vamos, desembucha! O que veio fazer aqui?”, perguntará o cerimonialista. “Dizer que você fez a maior sacanagem comigo. Me despedir, tudo bem, não tem mais jeito de a gente continuar trabalhando juntos. Mas tirar meu nome da porta e botar o do cozinheiro, ainda mais por cima um nordestino...”, falará o chef, sendo cortado imediatamente pelo pai.

“Mais um preconceito seu, Enrico. Só fiz o que era justo: dei ao restaurante o nome do novo chef, sim, pois não havia razão para manter o seu, já que, se dependesse de mim, você nunca mais botava os pés aqui”, esbravejará Cláudio.

Enrico, que vai voltar com visual mais bad boy após sua estadia na Europa, avisará o pai que ele não precisa se dar ao trabalho de expulsá-lo. Em seguida, ele pedirá para visitar a cozinha, onde agirá de forma diferente. No caminho, ele passará pela mesa da ex-noiva, Maria Clara, e gritará: “Você continua linda... E eu ainda te amo”. A designer ficará com lágrimas nos olhos. Envergonhada, ela sairá correndo para o banheiro, dizendo que precisa retocar a maquiagem.

Choro

Na cozinha, o homofóbico destampará panelas e dará palpites sobre o preparo dos pratos. No final, ele parabenizará Vicente de forma irônica. “Você chegou onde tanto queria”, falará Enrico ao ex-assistente. “Obrigado! Por favor, não pensa que tomei seu lugar”, responderá  o ex-namorado de Cristina (Leandra Leal). “Qualquer dia desses venho jantar aqui. Já causei muita tensão lá fora, é melhor sair pela porta de serviço... Bom trabalho para vocês”, dirá Enrico, deixando os ex-funcionários boquiabertos. Ao sair, o chef vai deixar se levar pela emoção e chorará que nem criança.

Na mesma semana, ele aparecerá afogando as mágoas no novo bar de Manoel (Jackson Antunes) e começará a trabalhar no local. “Por acaso você é nordestino?”, perguntará Enrico ao ajudante de cozinha do estabelecimento. “Sou de Pernambuco e lá também tem muita comida boa, que dá sustância para o povo, sabe?”, responderá Amarildo, cujo nome do ator ainda não foi divulgado. “Outro nordestino na minha vida...”, bufará o filho de Cláudio, mostrando que mesmo aceitando trabalhar em um bar popular, não mudou.

Na sua volta á trama, Enrico vai ser violento com Leonardo, dará uma surra no ex-amante do pai e fugirá da polícia.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook