Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Capítulos de 21 a 24/11

Apocalipse: Débora engravida de Adriano e acaba expulsa de casa

Munir Chatack/Record

Débora (Manoela do Monte) vai se apaixonar por Adriano (Felipe Cunha) em Apocalipse - Munir Chatack/Record

Débora (Manoela do Monte) vai se apaixonar por Adriano (Felipe Cunha) em Apocalipse

REDAÇÃO

Publicado em 19/11/2017 - 7h22

RESUMO: Prometida pela família a Saulo (Guilherme Hamacek), Débora (Manuela do Monte) convencerá os pais a estudar nos Estados Unidos, onde conhecerá Adriano (Felipe Cunha). A garota será seduzida pelo bon vivant e, ao voltar para Jerusalém, descobrirá que está grávida. Gideon (Henri Pagnoncelli) expulsará a filha de casa, e ela irá à Itália atrás de Adriano

Terça, 21/11 (Capítulo 1)
Nos anos 80, em um resort paradisíaco no continente asiático, Jonathan e Elisa Gudman se divertem com os filhos Alan e Uri. Alan e o instrutor de mergulho percebem uma movimentação diferente da água. Jonathan, Elisa e Uri se desesperam com a chegada de um tsunami. Eles tentam correr, mas são engolidos pela onda. Uri consegue sobreviver. Alan se aproxima da costa e, em choque, percebe o desastre. Uri avista o irmão, e eles se abraçam, emocionados. Dias depois, Jonathan e Elisa Gudman são sepultados. Débora percebe sua irmã, Hanna, olhando para seu marido, Saulo, e a provoca. Susana se prepara para deixar o Brasil. Luís Sardes e Guido investigam um homicídio e ficam perplexos com a crueldade do assassino. Teresa aguarda, ansiosa, pela saída de seu filho Oswaldo do presídio. Luís e Guido chegam ao hospital e pedem para falar com Lia e Ruben. Os policiais informam que a vítima encontrada é um médico do hospital. Oswaldo tenta encontrar novamente Sandra, a ex-esposa, e seu filho. Oswaldo flagra um assassino entrando com um corpo em um galpão e chama a polícia. Alan apresenta a noiva de Saulo para o colega Adriano. Alan se interessa por Susana. Luís e Guido se acidentam durante perseguição. Guido desmaia. Ferido, Luís tenta sair do veículo capotado e dá de cara com a arma do assassino apontada para seu rosto.

Quarta, 22/11 (Capítulo 2)
O assassino tira a arma da cabeça de Luís e foge. Oswaldo ajuda Teresa a vender quentinhas. Débora se encanta por Adriano. Felipe tem dificuldades para arrumar emprego em Nova York, mas mente para Teresa. O detetive Luís descobre que o assassino tentou desenhar um candelabro em uma das vítimas. Saulo sugere que Uri se aliste no exército de Israel. Oswaldo vê Sandra, mãe de seu filho. Sandra grita para se afastar de Oswaldo, e Letícia chama os seguranças do hospital. Em Jerusalém, Gideon permite que Hanna se aliste no exército. Oswaldo implora para que Letícia dê o endereço de Sandra, mas ela se recusa. Adriano e Débora se beijam. Alan diz a Adriano que está louco por Susana. O assassino misterioso faz mais uma vítima. Durante treinamento do exército israelense, Hanna fica desapontada ao ouvir Saulo falando sobre Débora. Oswaldo não consegue arrumar novo emprego. Penalizada, Letícia procura Oswaldo e passa o endereço de Sandra. Adriano faz juras de amor para Débora. Luís consulta a bíblia e descobre a origem dos números escritos nas vítimas do assassino em série. Ele diz que os crimes estão relacionados ao Apocalipse. O vulto negro une Débora e Adriano por completo. O Anticristo começa a ser gerado.

Quinta, 23/11 (Capítulo 3)
Luís é surpreendido com um telefona do assassino misterioso. Luís chega ao local combinado com o assassino. O detetive reconhece a vítima e a chama de Júlia. Luís se surpreendo ao identificar o assassino misterioso. Oswaldo se emociona ao rever o filho, Tiago. Sandra chega bêbada e manda ele se afastar da criança. Navalha, o traficante que namora Sandra, ameaça Oswaldo. Luís está surpreso diante de Nicanor, motorista da família Aisen. Ele fala sobre os crimes que cometeu, baseando-se na Bíblia. Alan aconselha Débora a contar a verdade para Saulo. Ana fica preocupada com a demora do marido. No esconderijo de Nicanor, Júlia consegue empurrar o criminoso e foge. Luís é atingido por um tiro na barriga. Guido dá voz de prisão a Nicanor. Luís morre. Adriano conversa com Débora sobre sua rica família em Roma. Navalha convida Oswaldo para trabalhar no tráfico. Oswaldo recusa a proposta de Navalha. Em Jerusalém, Hanna sente ciúmes de Saulo. Susana diz que Débora pode estar grávida. Adriano chega em Roma e é recebido por Verônica e Giancarlo. Débora se desespera ao descobrir que está grávida de Adriano. Ela se contorce e seus olhos se reviram, claramente possuída por um demônio.

Sexta, 24/11 (Capítulo 4)
Débora volta do transe e é amparada por Susana. Adriano, Verônica e Giancarlo recebem a visita do sacerdote Stefano. Letícia indica a Oswaldo uma vaga de emprego. Em Nova York, Felipe fala do desejo em se casar com uma americana para conseguir a documentação. Sabrina não gosta da ideia. Felipe beija Sabrina. Oswaldo consegue emprego de motorista. Débora retorna a sua casa em Jerusalém. Adriano joga charme para uma funcionária da mansão. Saulo entrega um anel de compromisso para Débora. Débora conta para Ariela que está grávida, e Hanna escuta a conversa. Débora pede para ela não contar nada, mas Hanna a obriga a contar tudo para Tamar. Tamar desmaia. Tamar diz que o melhor é Débora voltar para Jerusalém, se casar logo com Saulo e dizer que o filho é dele. A moça discorda dos planos da mãe e leva um tapa. Gideon expulsa Débora de casa. Tamar pede para Hanna levar roupas e dinheiro para ela. Ariela vira as costas para Débora e se recusa a ajudá-la. Hanna encontra Débora. Débora pede ajuda a Susana. Susana oferece sua casa para a amiga ficar, mas Débora decidinde procurar por Adriano em Roma. Gideon conta toda a verdade para Saulo. Ele oferece a Oziel, pai do rapaz, a mão da filha Hanna para manter a aliança entre as famílias. Débora chega até a casa dos Montana em Roma. Ela fica chocada ao ver Adriano com Fabrízia.


Capítulos fornecidos pelas emissoras; sujeitos a alteração sem aviso prévio

Últimas de Apocalipse

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.