Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Astro chinês

Jackie Chan distribui socos e voadoras durante 8 horas na TV paga

Divulgação/Buena Vista Pictures

O ator Jackie Chan, grande nome do cinema de ação, no filme Bater ou Correr, de 2000 - Divulgação/Buena Vista Pictures

O ator Jackie Chan, grande nome do cinema de ação, no filme Bater ou Correr, de 2000

GABRIEL PERLINE

Publicado em 16/1/2016 - 7h25

Maior nome do cinema mundial em filmes de lutas, o chinês Jackie Chan mostra suas habilidades nas artes marciais em uma maratona de pouco mais de oito horas de duração no canal Space. Programado para amanhã (17), o especial Jackie Chan Prevê Seu 2016 entra na programação do canal a partir das 13h25, em uma sequência de quatro bons filmes protagonizados pelo ator.

Oriental de maior sucesso em Hollywood, Chan conquistou os amantes de filmes de ação por reunir habilidades que o ajudaram a dar mais veracidade aos papéis que interpretou. Lutador de artes marciais, ele dispensa dublês até mesmo nas cenas mais arriscadas _fator que o causou diversos inconvenientes, como a quebra de ossos do nariz, dedos e tornozelos_ e consegue incluir humor nos momentos mais tensos de suas produções.

A sequência se inicia com a exibição do filme Bater ou Correr (2000), misturando o império chinês com o western americano do século 19. Bastante elogiado pela crítica, obteve uma lucratividade baixa nas bilheterias, faturando pouco menos de US$ 100 milhões.

Na história, Chan é Chon Wang, um rapaz que trabalha na guarda do Império Chinês, conhecido por ser o mais atrapalhado de seu pelotão. Quando a princesa Pei Pei (Lucy Liu) é raptada, ele se sente na obrigação de se juntar à equipe de busca, que viaja aos Estados Unidos para encontrá-la.

Chegando lá, conhece Roy O'Bannon (Owen Wilson), um bandido sonhador e pouco ambicioso, com quem Wang logo estabelece uma boa amizade. Juntos, eles se enfiam em confusões com criminosos barra-pesada.

divulgação/new line

Um dos melhores filmes de Jackie Chan, A Hora do Rush 2 (2001) faturou quase US$ 350 mi   

Em seguida, às 15h20, entra em cartaz A Hora do Rush 2 (2001). Este, ao contrário do anterior, faturou quase US$ 350 milhões e entrou para a lista de melhores filmes da carreira de Jackie Chan.

O enredo se passa em Hong Kong, com a dupla de agentes Lee (Jackie Chan) e Carter (Chris Tucker) tentando descobrir a identidade dos responsáveis pelas mortes de dois agentes americanos. Na busca, Lee suspeita que o autor dos crimes seja a mesma pessoa que matou seu pai.

O terceiro filme da maratona é o Hora do Rush 3 (2007), último longa da franquia, que teve um investimento maior que seu antecessor _em torno de US$ 100 milhões_ e arrecadou pouco menos de US$ 260 milhões.

No ar a partir das 17h, o enredo coloca os agentes Lee e Carter novamente em ação, só que desta vez em Paris. O alvo é uma organização criminosa chinesa que atua na Europa e que quase matou o embaixador Solon Han _aqui uma nítida referência à franquia Star Wars_, amigo de longa data de Lee.

Encerrando o especial, entra no ar Karatê Kid (2010), com Jackie Chan na pele de Han, um porteiro e mestre de kung fu que ajuda o garotinho Dre Parler (Jaden Smith) a praticar a luta e também a se defender do bullying constante que sofre na escola.

O filme resgatou a franquia homônima dos anos 1980, mas não foi tão bem avaliado quanto as produções originais. Entre os fatores criticados estão a atuação de Jaden Smith e o roteiro, considerado sexista por explorar a história de amor de duas crianças.


JACKIE CHAN PREVÊ SEU 2016 - DOMINGO, NO CANAL SPACE

►  Bater ou Correr, domingo, às 13h25

►  A Hora do Rush 2, domingo, às 15h20

►  A Hora do Rush 3, domingo, às 18h35

►  Karatê Kid, domingo, às 18h35


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.