Crazy Ex-Girlfriend

Por que a série de menor audiência da TV americana ganhou sobrevida?

Divulgação/The CW

Rachel Bloom em Crazy Ex-Girlfriend; péssima audiência não impediu série de ser renovada - Divulgação/The CW

Rachel Bloom em Crazy Ex-Girlfriend; péssima audiência não impediu série de ser renovada

JOÃO DA PAZ - Publicado em 13/01/2017, às 05h42

Uma das notícias mais surpreendentes divulgadas no seminário da TCA (Associação dos Críticos de Televisão dos Estados Unidos), realizado nesta semana, foi a renovação da comédia Crazy Ex-Girlfriend, exibida pela rede The CW e disponível no catálogo da Netflix. O choque ocorreu porque a produção tem a pior audiência entre todas as séries da TV aberta norte-americana. Por que ganhou sobrevida, então, já que outras séries, com mais audiência, não foram renovadas?

"Quando se tem um grande trabalho como Crazy Ex-Girlfriend, [série] aclamada pela crítica e presente nas grandes premiações [da TV], ele merece ser renovado", disse o presidente da CW, Mark Pedowitz, em sua participação no TCA. "A atração continuará no ar e espero que encontre mais público. Caso isso não aconteça, eu não me arrependerei de ter continuado com a série", completou.

Além dos dois pontos importantes citados por Pedowitz (prestígio da mídia e disputa em premiações), há a Netflix também na jogada. O Notícias da TV explica mais detalhadamente como esses três fatores favoreceram Crazy Ex-Girlfriend:

divulgação/the cw

Rachel Bloom e Vincent Rodriguez III formam o casal de protagonistas de Crazy Ex-Girlfriend

Acordo bilionário
Em julho do ano passado, a Netflix comprou os direitos para exibir, via streaming, todas as séries produzidas pela CW após o final de cada temporada. De acordo com a Variety, o contrato chega perto de US$ 1 bilhão (R$ 3,2 bilhões). Essa quantia extremamente alta ajudou Crazy Ex-Girlfriend, pois se a CW diminuir o pacote de séries oferecido à Netflix, o valor da parceria cairá. Por mais que a comédia tenha uma irrisória média de 550 mil telespectadores por episódio (na segunda temporada), a produção tem o potencial de alcançar um público diverso em mais de 190 países pela Netflix.

Imprensa tiete
Nos Estados Unidos, Crazy Ex-Girlfriend é uma série muito bem avaliada pela mídia especializada em TV. A segunda temporada, que estreou em outubro do ano passado, recebeu uma nota maior do que The Crown (vencedora do Globo de Ouro) no site Metacritic, que compila as análises dos principais críticos norte-americanos. Crazy recebeu nota 86 (de 100), e The Crown ficou com 81. A prestigiada revista Entertainment Weekly, por exemplo, deu nota A para o segundo ano de Crazy, dizendo que a série é "excpecional".

Globo de Ouro e Emmy
No ano passado, Crazy Ex-Girlfriend bateu dois recordes para a CW no Emmy, tanto nas indicações quanto em vitórias: quatro e duas, respectivamente. No Globo de Ouro de 2016, a protagonista Rachel Bloom levou o prêmio de melhor atriz em série de comédia _ela foi indicada na mesma categoria na premiação deste ano. Já no Gotham Awards do ano passado, cerimônia que abriu a temporada de premiações do cinema americano, Crazy foi eleita a série revelação, desbancando as badaladas Jessica Jones (Netflix) e The Girlfriend Experience (Fox 1).


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Logan

Logan

Ficha técnica: EUA/Austrália/Canadá, 2017, 137 min. Direção: James Mangold. Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Dafne Keen, Boyd Holbrook, Stephen Merchant, Eriq La Salle. Disponível no Now.

Sinopse: Em 2029, os mutantes praticamente foram exterminados e os X-Men não existem mais. Logan (Jackman), com o poder de cura fraquejando, virou alcoólatra e luta para cuidar de um Charles Xavier (Stewart) à beira da morte. Apesar das dificuldades, ele leva uma vida tranquila como motorista particular. Até que a pequena Laura (Dafne) surge em seu caminho e muda sua vida completamente.

Por que assistir: Indicado ao Oscar de melhor roteiro adaptado, Logan é o filme estrelado por X-Men que menos se parece com uma história em quadrinhos. Extremamente tenso e deprimente, provoca reflexões e emociona. Mas fãs das HQs vão gostar de ver o terrível Wolverine finalmente mostrar toda a sua violência, com cenas de lutas sangrentas.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Choradeira do sucesso

A técnica Claudia Leitte foi às lágrimas na hora de eliminar candidatos de seu time - Reprodução/TV Globo Com a estreia da fase de batalhas, o The Voice Kids bateu recorde histórico de audiência no domingo (18). O programa apresentado por André Marques teve média de 21,1 pontos na Grande São Paulo, seu ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Depois de Ana Paula, quem merece sair do BBB com maior rejeição?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook