Irmão na mira

REDAÇÃO - Publicado em 17/10/2017, às 17h45

Divulgação

Bob Weinstein durante fórum em Hollywood; produtor é acusado de assédio sexual - Divulgação

Bob Weinstein durante fórum em Hollywood; produtor é acusado de assédio sexual

Após o produtor Harvey Weinstein ser acusado de assédio, abuso sexual e estupro, o irmão dele, Bob, também se tornou alvo de denúncias. Ambos são os fundadores dos estúdios The Weinstein Company, entre os mais poderosos de Hollywood. Em depoimento ao site da revista Variety, Amanda Segel, produtora-executiva de O Nevoeiro (Netflix) revelou ter sido assediada por Bob durante três meses, enquanto a série baseada em um conto de Stephen King estava em desenvolvimento. As investidas pararam assim que o advogado de Amanda, David Fox, informou a empresa de que ela deixaria a série se Bob não parasse de procurá-la para assuntos pessoais. O produtor não levava em consideração as negativas de Amanda e chegou a ameaçá-la de demissão caso a profissional recusasse convite para um jantar a dois. 
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Clube dos ricos

REDAÇÃO - Publicado em 17/10/2017, às 16h58

Divulgação/MWC

Reed Hastings, presidente da Netflix, durante congresso sobre plataformas digitais - Divulgação/MWC

Reed Hastings, presidente da Netflix, durante congresso sobre plataformas digitais

Há 20 anos, Reed Hastings fundou a Netflix, que alugava DVDs e os entregava em casa. Agora, ele entra pela primeira vez na cobiçada lista dos homens mais ricos dos Estados Unidos, feita anualmente pela revista Forbes. O atual presidente e diretor-executivo da empresa cravou um lugar no clube exclusivo por ter uma fotuna de US$ 2,3 bilhões (R$ 7,3 bilhões). Financeiramente, a gigante do streaming vem de um bom desempenho no terceiro trimestre após um começo de ano ruim, com o cancelamento de séries caríssimas como Get Down e Sense8. Em 2018, a Netflix promete gastar mais de US$ 8 bilhões em conteúdo, mais do que a ESPN (US$ 7,3 bilhões), líder no quesito entre as emissoras dos EUA. Mas o usuário pagará um pedaço dessa conta: haverá aumento de preço nas mensalidades dos norte-americanos nos próximos meses. 
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Menudo, a série

REDAÇÃO - Publicado em 17/10/2017, às 15h18

Divulgação

Formação do grupo Menudo nos anos 1980, com Ricky Martin (primeiro à esq.) - Divulgação

Formação do grupo Menudo nos anos 1980, com Ricky Martin (primeiro à esq.)

A produtora Endemol Shine (da franquia MasterChef) fará uma série sobre a boy band Menudo, grupo musical de Porto Rico famoso nos anos 1970 e 1980. O anúncio foi feito na MipCom, maior feira de televisão do mundo, em Cannes, na França. A atração se chamará Subete a Mi Moto – A História do Menudo e a primeira temporada contará as origens da banda e sua ascensão meteórica nas paradas de sucesso. Ainda não há nenhuma emissora atrelada ao projeto. O grupo Menudo teve diversas formações ao longo dos anos. Em meados dos anos 1980, na chamada Era de Ouro, Ricky Martin alcançou a fama como um dos cantores do quinteto. No Brasil, a boy band era a sensação dos programas de TV, cantando músicas como Não se Reprima, Sobe em Minha Moto e Quero Ser, entre outras.     
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Imigração na moda

REDAÇÃO - Publicado em 17/10/2017, às 13h05

Divulgação/The CW

Gina Rodriguez em Jane The Virgin; atriz produz duas séries sobre imigrantes - Divulgação/The CW

Gina Rodriguez em Jane The Virgin; atriz produz duas séries sobre imigrantes

O número de estrangeiros bate recorde nos Estados Unidos, e os estúdios de TV vão embarcar na onda da imigração. Nada menos do que seis séries sobre imigrantes estão em desenvolvimento, de produções originais a reboots de atrações famosas. São o caso das versões atualizadas de O Quinteto (sem emissora, por enquanto) e Roswell (The CW). A atriz Gina Rodriguez, protagonista da comédia Jane The Virgin, está à frente de dois projetos, um para a CBS, sobre uma médica latina proibida de trabalhar em Miami, e outra para a CW, que contará a história de um estudante imigrante sem documentos para morar nos EUA. Diane Guerrero, a Maritza de Orange Is the New Black, está escalada para interpretar uma advogada em In the Country We Love (Fox); sua personagem defenderá, de graça, imigrantes ilegais. E a CBS também tira do papel uma atração sobre imigrantes que vivem em uma zona rural do país. Relatório divulgado na última segunda (16) pela organização americana Centro para Estudos de Imigração (CIS) mostrou que uma a cada oito pessoas residentes nos EUA é imigrante.
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Projeto morto

REDAÇÃO - Publicado em 16/10/2017, às 14h14

Divulgação/Focus Features

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012) - Divulgação/Focus Features

Os atores Robert De Niro e Julianne Moore juntos no filme A Família Flynn (2012)

A Amazon decidiu não produzir mais projetos com o estúdio Weinstein Company, o que resultou no cancelamento de uma superprodução orçada em US$ 160 milhões (R$ 505 milhões). Protagonizada por Robert De Niro e Julianne Moore, a série sobre a máfia americana teria direção de David O. Russel (Trapaça). O produtor Harvey Wienstein, cofundador do estúdio, está envolvido em um escândalo sexual em Hollywood, com acusações que vão de assédio a estupro. Ele foi expulso de sua própria empresa e da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, organizadora do Oscar. Além disso, o chefe dos estúdios da Amazon, Roy Price, foi suspenso após uma produtora-executiva de The Man in the High Castle acusá-lo de assédio sexual.
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Night Shift cancelada

REDAÇÃO - Publicado em 16/10/2017, às 13h17

Divulgação/NBC

Os atores Eoin Macken (à esq.) e Ken Leung no drama hospitalar The Night Shift - Divulgação/NBC

Os atores Eoin Macken (à esq.) e Ken Leung no drama hospitalar The Night Shift

A série hospitalar The Night Shift foi cancelada após quatro temporadas. O drama sobre médicos plantonistas noturnos de um pronto-socorro chega ao fim com média de 3,85 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, queda de 30% em relação à temporada anterior, número muito ruim para uma atração de TV aberta (rede NBC). Assim, o último episódio da quarta temporada, exibido em 31 de agosto, fica como o final da série. Na TV paga do Brasil, Night Shift é atração do canal A&E. A série ganhou o nome de Plantão Noturno na Globo, que atualmente exibe seu segundo ano, após o Conversa com o Bial.  
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Repescagem

REDAÇÃO - Publicado em 13/10/2017, às 16h06

Divulgação/Band

O chef Pedro Pecego em prova de repescagem do MasterChef Profissionais - Divulgação/Band

O chef Pedro Pecego em prova de repescagem do MasterChef Profissionais

Para deixar os competidores do MasterChef Profissionais ainda mais apreensivos, o programa trará oito participantes eliminados de volta ao estúdio da Band. Eles disputarão provas de repescagem no sétimo episódio, que vai ao ar na terça (17). Serão três testes acirrados, e no último deles os cozinheiros terão de reinventar um prato inusitado e de grande dificuldade técnica da culinária oriental. O episódio da repescagem já é tradicional nas temporadas do MasterChef Brasil: na segunda temporada do reality de cozinheiros amadores, Izabel Alvares voltou ao programa dessa forma e semanas depois foi campeã. A segunda edição do MasterChef Profissionais está na metade, e deve ser exibida até dezembro.
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Mulher no surfe

REDAÇÃO - Publicado em 13/10/2017, às 15h44

Divulgação/Universal Pictures

A atriz Kate Bosworth em cena do filme A Onda dos Sonhos, lançado em 2002 - Divulgação/Universal Pictures

A atriz Kate Bosworth em cena do filme A Onda dos Sonhos, lançado em 2002

A NBC adaptará o filme A Onda dos Sonhos (2002) para a TV. O drama, ainda sem data de estreia confirmada, contará a história de uma surfista do Havaí que tenta reviver a carreira após sofrer um acidente gravíssimo. O longa alavancou a carreira de Kate Bosworth (Superman, Para Sempre Alice), a protagonista da trama. O filme foi um sucesso de público: custou US$ 25 milhões (R$ 79 milhões) e arrecadou US$ 51 milhões (R$ 162 milhões) em bilheterias do mundo todo. A Onda dos Sonhos engrossa a lista de revivals do cinema na TV norte-americana. Entre as atrações desse tipo em desenvolvimento estão True Lies (1994) e Dois Caras Legais (2016), ambas da Fox.
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Dudu cresce

REDAÇÃO - Publicado em 11/10/2017, às 18h23

Reprodução/SBT

Dudu Camargo no comando do Primeiro Impacto: 15 minutos a mais para dançar - Reprodução/SBT

Dudu Camargo no comando do Primeiro Impacto: 15 minutos a mais para dançar

Exatamente no dia em que completa um ano à frente do Primeiro Impacto, Dudu Camargo ganhará 15 minutos a mais no programa. A partir desta quinta (12), ele ficará no ar das 6h às 7h30, passando o bastão para Marcão do Povo, que comandará o jornalístico até as 8h30. A promoção chega dois dias depois de Dudu chegar atrasado para o trabalho depois de perder a hora por ter passado a noite na balada. Queridinho de Silvio Santos, Camargo estreou no Primeiro Impacto no dia 12 de outubro do ano passado, no lugar de Karyn Bravo e Joyce Ribeiro. Muitos espectadores chegaram a pensar que a presença do jovem era um fato especial, em decorrência do Dia das Crianças, o que não ocorreu. Antes de apresentar o telejornal, Camargo interpretou o Homem do Saco no programa Fofocando, hoje Fofocalizando.
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

Fenômeno até tarde

REDAÇÃO - Publicado em 11/10/2017, às 12h38

Fábio Rocha/TV Globo

Ritinha (Isis Valverde) fez apelo para recuperar a guarda do filho na novela - Fábio Rocha/TV Globo

Ritinha (Isis Valverde) fez apelo para recuperar a guarda do filho na novela

Exibida mais tarde na terça-feira (10) por causa do jogo da seleção brasileira contra o Chile, A Força do Querer marcou 42,6 pontos na Grande São Paulo. O índice representa um aumento de 62% em relação ao que a Globo marcou nas quatro terças anteriores entre as 22h33 e as 23h48, horário em que foi ao ar. A porcentagem de televisores ligados na emissora também cresceu: de 40,9% nas outras semanas para 60,9% ontem. Com a exibição tardia da novela, quem mais perdeu foi a Record, que caiu 38% na faixa e registrou 5,4 pontos. O SBT caiu 36%; a Band, 33%; e a RedeTV!, 26%. Apesar de ficar no ar até perto da meia-noite, A Força do Querer teve uma audiência um décimo maior do que a registrada na segunda (9), quando foi exibida em horário normal. Até o momento, a trama de Gloria Perez tem média de 35,3 pontos, o melhor desempenho desde Avenida Brasil (2012).
Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter

Link direto:

+ Lidas

Redes sociais

Últimas notícias