Política de Comunicações

TV de Ratinho afasta comentaristas que falavam mal de Dilma Rousseff

Reprodução/Facebook

O apresentador Denian Couto, Ogier Buchi, Ratinho e Paulo Eduardo Martins no Jornal da Massa em 2012 - Reprodução/Facebook

O apresentador Denian Couto, Ogier Buchi, Ratinho e Paulo Eduardo Martins no Jornal da Massa em 2012

DANIEL CASTRO - Publicado em 28/03/2014, às 14h42

A Rede Massa, afiliada do SBT no Paraná, afastou hoje (28) dois comentaristas que se dedicavam quase exclusivamente a criticar o PT e o governo de Dilma Rousseff. Com cinco emissoras cobrindo todo o Estado, a Rede Massa pertence ao apresentador Carlos Massa, o Ratinho.

Ogier Buchi e Paulo Eduardo Martins deixarão a partir de segunda-feira de integrar o Jornal da Massa, exibido entre 7h e 8h. No telejornal, eles participavam diariamente de um debate em que discutiam assuntos de esfera federal, como  "escândalo da Petrobras" e o marco civil da Internet.

 Na edição de ontem (27), por exemplo, Matins defendeu a existência de uma "ditadura do PT": "Só idiota acha que ditadura se faz com tanque na rua. Não é assim não, animal. Tanque só vai para a rua quando é necessário fazer o confronto físico, o uso da força. Quando o povo é gado, quando o povo é pacífico, não precisa botar gasolina no tanque. Basta aprovar todas essas leis que o PT vem aprovando".

Martins e Buchi se juntam a Ruth Bolognese, que já havia sido afastada do telejornal. O desligamento dos três comentaristas de direita ocorre 50 dias depois de o SBT de São Paulo, cabeça-de-rede, ter demitido três articulistas que também não sintonizavam com a esquerda: José Nêumane Pinto, Denise Campos de Toledo e Carlos Chagas.

Segundo Paulo Eduardo Martins, o motivo oficial do afastamento foi uma mudança editorial. "A explicação que recebi de Mauro Lissoni, diretor de conteúdo, é que decidiram acabar com os comentaristas do Jornal da Massa porque o jornal agora não vai ter opinião. A casa quer experimentar outros formatos", disse ao Notícias da TV.

Para Martins, que continua como comentarista do SBT Paraná, telejornal local exibido antes do SBT Brasil, mas restrito a temas locais, não há indícios de que houve pressão do PT. "Tenho dificuldade em apontar algo nesse sentido", diz. Mas admite que "ano eleitoral é sempre complicado".

A Rede Massa tem pouca publicidade do governo federal. Somente estatais anunciam na emissora.

O Notícias da TV tenta ouvir a Rede Massa e o apresentador Carlos Massa desde o início da tarde de hoje, mas não foi atendido até a conclusão deste texto.

LEIA TAMBÉM:

Silvio Santos sugere que Lívia Andrade faz sexo para emagrecer

Apresentador do SBT insinua que cinegrafista fuma maconha

Polícia investiga encontro de delegado com jornalista Cesar Tralli

Jogador faz campanha da Igreja Universal na Globo ao celebrar gol

ESPN derrota Record, SBT e Band com Real Madrid x Barcelona

Globo proíbe Ivete Sangalo na estreia de Sabrina Sato na Record

Em Família: Luiza toca flauta escondida e Helena vira uma 'onça'

Disputada por humorístico e novela, Tatá fará Caldeirão ao vivo

Jornal da Globo fica em segundo e perde para reprise de filme no SBT


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Tudo sobre

SBT

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook