Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Pedro Pelo Mundo

Sem férias, apresentador passa sufoco em programa de viagens

Divulgação/GNT

O jornalista Pedro Andrade sofreu com a altitude e com o calor em viagem ao México - Divulgação/GNT

O jornalista Pedro Andrade sofreu com a altitude e com o calor em viagem ao México

FERNANDA LOPES

Publicado em 5/3/2017 - 6h07

Apresentador do programa Pedro Pelo Mundo, que estreia nesta segunda (6) no canal GNT, Pedro Andrade revela que não tira férias exclusivamente para lazer há quatro anos. Workaholic assumido, todos os dias de folga que ele tem de seus programas na GloboNews e na rede norte-americana ABC são utilizados para gravações da série sobre viagens. Nos novos episódios do programa, Pedro viaja por países como Vietnã, Coreia do Sul e Camboja, onde não teve sombra nem água fresca.

"Extremos climáticos nunca são fáceis, e o verão no sudeste asiático é indescritível. A falta de higiene na comida dessa região é complicada, e tudo isso é multiplicado por dez com a temperatura insuportável nesses lugares. O calor foi muito indigesto", diz o carioca de 37 anos.

Andrade também enfrentou situações nojentas em banheiros no Oriente Médio e sofreu com a altitude e a falta de fôlego após escalar ruínas astecas no México. Ainda assim, ele acha que essa temporada de Pedro pelo Mundo foi leve se comparada à primeira, exibida pelo GNT em 2016.

"Na primeira temporada tive uma intoxicação alimentar brutal em Myanmar. Comi uma tarântula que foi uma das coisas mais asquerosas da minha vida, parece um sonho de valsa de naftalina que explode na boca. Nadei num esgoto. Levando em consideração as situações em que já me meti, acho que estou meio imune a essa altura do campeonato", brinca.

Com o sucesso da temporada anterior, Pedro teve liberdade para levar adiante suas ideias para os novos episódios. Com meia hora a mais para mostrar as curiosidades de cada país ou cidade, o jornalista manteve um tema em todas as viagens: visitar lugares que passam por transformações irreversíveis.

"Quando eu trouxe essa ideia para o GNT, houve uma resistência. Eu falei: 'Não é turismo, não preciso mostrar qual é o melhor ravióli da Itália'. As mudanças podem ser de vários ângulos: político, social, econômico, gastronômico. Por exemplo, em Botsuana agora é ilegal comprar marfim. Lá existe a maior comunidade de elefantes do mundo, e agora caçar elefantes é ilegal. [Fui ver] Como estão lidando com isso, como está a economia. Na Alemanha, tem a crise imigratória. O Brooklyn, em Nova York, passa por um processo de gentrificação. Esse conceito não tem fim, não tem limite. O mundo está sempre mudando", explica.

divulgação/gnt

Andrade em região de savana em Botsuana; apresentador procura mudanças no mundo

"Eu gosto de lugares problemáticos, fico entediado em lugares perfeitos", completa Andrade. Ex-modelo e jornalista desde 2006, ele vive em Nova York e apresenta programas na TV local com dicas de locais refinados para visitar na metrópole. Para fugir dessa rotina sofisticada, seu objetivo no Pedro Pelo Mundo é mostrar o caos no planeta, com honestidade.

"Minha intenção é que a pessoa não precise ter o desejo de ir àquele local após o episódio, mas que ela tenha essa experiência comigo. Acho que o telespectador não está interessado em ouvir notícias sem honestidade, então não tenho compromisso de comer uma coisa e dizer que adorei, pelo contrário. Posso falar que me decepcionou. É um projeto que demanda muita entrega emocional", afirma.

Além da nova temporada de Pedro Pelo Mundo, ele também escreve um novo livro de "crônicas e histórias sobre seres humanos", prepara novos projetos para a TV norte-americana e tem hobbies como pintura e fotografia. Pelo jeito, a viagem que sonha fazer só como turista para Provença, na França, vai ficar para depois.

"Quero humanizar o jornalismo e estou tentando achar mais tempo para dedicar à minha arte. Sinto falta de férias, mas faço o que eu amo, acordo e vou dormir pensando em trabalho. Por um lado é uma bênção, por outro é um castigo", declara.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?