Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Naftalina

SBT tenta vender três novelas do século 20 em feira internacional

Divulgação/SBT

Ana Paula Arósio (à direita) em cena de Os Ossos do Barão, a terceira novela da atriz, exibida em 1997 - Divulgação/SBT

Ana Paula Arósio (à direita) em cena de Os Ossos do Barão, a terceira novela da atriz, exibida em 1997

GILVAN MARQUES

Publicado em 4/10/2013 - 17h38
Atualizado em 5/10/2013 - 6h00

O SBT irá oferecer a compradores da Mipcom, feira internacional de televisão em Cannes (França), novelas produzidas há mais de 15 anos, ainda no século passado. O evento, um dos maiores da TV no mundo todo, começa na próxima segunda (7).

No catálogo que os diretores do SBT estão levando a Cannes constam sete novelas: Chiquititas (2013), Carrossel (2012), Amor e Revolução (2011), Uma Rosa com Amor (2010), Vende-se um Véu de Noiva (2009), Revelação (2008), Fascinação (1998), Os Ossos do Barão (1997) e Éramos Seis (1994).

Embora soe estranho, a venda de novelas antigas em pleno século 21 é considerada como uma movimentação normal no mercado, já que outras emissoras mundo afora possuem a mesma estratégia.

No caso da Globo, no entanto, prevalece a política de expor produções mais recentes.  

Além de novelas, o SBT apresenta ainda ao mercado externo séries (como as pegadinhas da Menina Fantasma), jornalísticos e até mesmo o formato do SBT Folia.

Fernando Pelégio, diretor de Planejamento Artístico e Criação, e Murilo Fraga, diretor de Programação, representam o SBT em Cannes.

Evento

Segundo dados oficiais, a Mipcom recebe todo ano 13 mil visitantes e 4.400 compradores de 100 países. 

Entre as TVs participantes confirmadas estão Globo, Televisa (México), Telemundo (segunda maior emissora hispânica dos EUA), Telefé (Argentina), TV Azteca (México), Caracol (Colômbia), Fox (EUA) e Venevisión (Venezuela).

TUDO SOBRE

Novelas

SBT


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?