Identidade dupla

'Rubi', do SBT, narra chamadas de Joia Rara, novela da Globo

João Miguel Júnior/TV Globo

Voz das chamadas de Joia Rara, a atriz e dubladora Mabel Cezar atuando na série Divã (2011), da Globo - João Miguel Júnior/TV Globo

Voz das chamadas de Joia Rara, a atriz e dubladora Mabel Cezar atuando na série Divã (2011), da Globo

PAULO PACHECO - Publicado em 18/09/2013, às 20h02 - Atualizado em 21/09/2013, às 07h05

RESUMO: As chamadas de Joia Rara são narradas por Mabel Cezar, dubladora de novelas como Rubi e Rebelde, além de séries como Eu, a Patroa e as Crianças, todas em exibição pelo SBT; além de dublar, Mabel atuou em outros programas da Globo e está no elenco da novela das seis como a secretária de Ernest

Quem assiste às chamadas da novela Joia Rara, da Globo, percebe que a narração não é feita por Dirceu Rabelo, voz-padrão da emissora, mas sim por uma mulher.

A voz pertence à atriz e dubladora Mabel Cezar, que, entre outros trabalhos, interpretou em português a protagonista da novela mexicana Rubi, reprisada atualmente pelo SBT.

A novela do SBT tem frequentemente incomodado a Globo. No último dia 10, empatou com a emissora carioca na Grande SP, com oito pontos no Ibope.

A repercussão das chamadas e a comparação com Rubi deixaram Mabel surpresa. “Sempre tive retorno, mas agora estou de fato impressionada, recebo mensagens nas redes sociais e e-mails de pessoas dizendo que reconheceram a minha voz”, comemora.

Voz de Eu, a Patroa e as Crianças

Além de Rubi, Mabel Cezar “aparece” no SBT na novela Rebelde (Glaucia) e na série Eu, a Patroa e as Crianças (Jay Kyle). No momento, está dublando outra novela mexicana para o canal de Silvio Santos, Por Ella Soy Eva, emprestando sua voz à personagem Marcela (Tiaré Scanda).

A dubladora já se acostumou a aparecer em emissoras concorrentes. "É uma coincidência absurda, mas comum", declara.

Dubladora e atriz desde 1996, Mabel também atua em Joia Rara como a personagem Elvira, secretária de Ernest (José de Abreu).

Segundo a dubladora, é mais uma coincidência, pois o departamento de chamadas a escolheu para narrar as chamadas sem saber que tinha sido convidada pelos produtores da novela para integrar o elenco.

Mesmo com uma rotina atribulada nos estúdios e nos cursos de dublagem em que ministra aulas, Mabel tem horário flexível e encontra tempo para ir à Globo e narrar as chamadas.

A voz de Mabel já era conhecida dentro da Globo. A atriz, de 37 anos, já havia atuado em outros programas da emissora, como a série Divã (2011) e a novela A Vida da Gente (2011), além de locuções para o Casseta & Planeta e o Big Brother Brasil.

Voz feminina na Globo

Na primeira oportunidade como voz-padrão, a dubladora não hesitou. “A Globo queria uma voz feminina há muitos anos. Quando houve a possibilidade, gravei um teste e mandei para eles. Tempos depois, me chamaram”, conta.

Embora tenha gostado de narrar as chamadas de Joia Rara e quebrar a tradição da voz-padrão masculina, Mabel Cezar prefere que a voz da emissora não seja feita apenas por mulheres.

“Padrão feminino é chato. É melhor ter voz feminina nos produtos que combinam, assim como é bom ter voz adolescente nos produtos que tenham a ver. Joia Rara tem esse perfil mais suave. É uma questão de adequação”, avalia a dubladora.

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook