Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Epidemia devastadora

The Last Ship encerra primeira temporada com cura de vírus fatal

Divulgação/TNT

Time da Marinha dos EUA chega ao país com a cura de vírus desconhecido em cena de The Last Ship - Divulgação/TNT

Time da Marinha dos EUA chega ao país com a cura de vírus desconhecido em cena de The Last Ship

REDAÇÃO

Publicado em 9/10/2014 - 14h27
Atualizado em 13/10/2014 - 7h02

O canal pago TNT exibe nesta segunda (13), às 23h20, o episódio final da primeira temporada de The Last Ship. A série sobre uma epidemia que atinge 80% da população mundial encerra sua primeira leva de episódios revelando a cura da doença desconhecida.

No último episódio, o comandante da Marinha dos EUA Tom Chandler (Eric Dane) e a microbióloga Rachel Scott (Rhona Mitra) desembarcam em solo norte-americano com uma vacina capaz de acabar com a pandemia. Porém, são surpreendidos com o plano cruel de Amy Granderson (Alfre Woodard), vice-chefe do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Única representante do governo viva, Granderson quer escolher quem vai sobreviver e quem vai morrer. Ela seleciona quem poderá tomar a vacina, protegendo algumas pessoas que não foram afetadas pelo vírus e curando alguns doentes, mas também quer dizimar grande parte da população infectada.

A epidemia teve início em partes isoladas da África e da Ásia, no período em que o destróier da Marinha USS Nathan James foi enviado para uma missão de quatro meses no Oceano Ártico. Dessa forma, os tripulantes ficaram livres da doença desconhecida e puderam desenvolver a cura da doença.

Adaptação do livro homônimo do escritor William Brinkley, The Last Ship registrou audiência razoável nos Estados Unidos, com média de 4,4 milhões de telespectadores por episódio. Em julho, o TNT anunciou que a série terá segunda temporada.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

TUDO SOBRE

Eric Dane

TNT


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%