Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Timeless

Rede norte-americana volta atrás e 'descancela' série sobre viagens no tempo

Divulgação/NBC

Matt Lanter (à esq.), Malcolm Barrett e Abigail Spencer em Timeless: ganharam mais tempo - Divulgação/NBC

Matt Lanter (à esq.), Malcolm Barrett e Abigail Spencer em Timeless: ganharam mais tempo

LUCIANO GUARALDO

Publicado em 14/5/2017 - 8h55

Cancelada na última quarta-feira (10), a série Timeless ganhou uma nova chance: a rede norte-americana NBC voltou atrás e decidiu encomendar uma segunda temporada do drama sobre viagens no tempo. O segundo ano terá dez episódios, que devem estrear entre março e junho de 2018, na primavera dos Estados Unidos. Mesmo com a "ressurreição" de Timeless, a semana termina com um saldo de 20 séries descontinuadas.

A premissa de Timeless é interessante: um soldado (Matt Lanter), uma professora (Abigail Spencer) e um cientista (Malcolm Barrett) viajam no tempo para tentar impedir um ex-funcionário do governo (Goran Višnjić) de mudar a história por meio de suas jornadas ao passado.

Um dos protagonistas da produção, Matt Lanter incorporou seu personagem para brincar com a situação em um vídeo postado em seu perfil no Facebook: "Eu queria dizer que acho que a missão foi bem-sucedida. Nós voltamos no tempo e tenho certeza de que conseguimos mudar a ideia dos executivos da NBC. Então, sim, teremos mais episódios vindo aí. Vejo vocês em breve", disse.

Segundo o site TVLine, um executivo da NBC disse que a decisão de "descancelar" a série ocorreu depois de a emissora ouvir os apelos dos fãs de Timeless. Mas o cancelamento chegou a surpreender até quem trabalha no ramo: a produção era o sexto drama mais assistido do canal, à frente de séries como The Blacklist, Blindspot e Shades of Blue, todas renovadas.

A reviravolta com Timeless tira uma das séries canceladas na semana decisiva para a programação norte-americana: no total, 20 produções foram massacradas em um período de sete dias. A última vítima foi a comédia The Great Indoors, da CBS, que teve seu fim decretado na noite deste sábado (13).

Confira a lista completa de séries canceladas na semana:

2 Broke Girls (CBS) - Warner Channel e SBT;
American Crime (ABC) - AXN e Netflix;
APB (Fox) - inédita no Brasil;
Dr. Ken (ABC) - inédita no Brasil;
Frequency (The CW) - Warner Channel;
Imaginary Mary (ABC) - inédita no Brasil;
Last Man Standing (ABC) - Comedy Central;
Making History (Fox) - inédita no Brasil;
No Tomorrow (The CW) - inédita no Brasil;
Notorious (ABC) - inédita no Brasil;
Powerless (NBC) - Warner Channel;
Rosewood (Fox) - Fox Life;
Secrets and Lies (ABC) - Canal Sony e Netflix;
Sleepy Hollow (Fox) - Fox, Band e Netflix;
Son of Zorn (Fox) - FX
The Blacklist: Redemption (NBC) - AXN;
The Catch (ABC) - Canal Sony e Crackle;
The Great Indoors (CBS) - inédita no Brasil;
The Real O'Neals (ABC) - inédita no Brasil;
Time After Time (ABC) - inédita no Brasil;

Anteriormente, as emissoras já tinham cancelado as séries Conviction (ABC), Doubt (CBS), Pitch (Fox) e Emerald City (NBC). Já as séries Bones (Fox), Grimm (NBC), Reign (The CW) e The Vampire Diaries (The CW) exibiram suas temporadas derradeiras e tiveram uma conclusão planejada.

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Quem foi o(a) melhor jornalista/comentarista esportivo do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas