Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SELLING SUNSET

Divórcio de astro de This Is Us vira escândalo em reality de imobiliária da Netflix

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem dos atores Justin Hartley e Crishell Stause abraçados em um evento

Justin Hartley e Crishell Stause terão detalhes do divórcio revelados no reality show Selling Sunset

GABRIEL PERLINE

Publicado em 26/5/2020 - 5h23

O motivo real do divórcio dos atores Justin Hartley, da série This Is Us, e Crishell Stause, anunciado em novembro, ainda é uma incógnita para os fãs. O mistério, no entanto, está prestes a ser desvendado em um programa improvável: o reality show imobiliário Selling Sunset, maior prazer culposo da TV desde o surgimento das Kardashians.

No Brasil o programa ainda tem uma base tímida de fãs, mas em países como Estados Unidos, Canadá, Alemanha e África do Sul ele figura no TOP 10 da Netflix desde a última sexta-feira (22), quando a gigante do streaming lançou sua segunda temporada.

Selling Sunset --que no Brasil foi intitulado Sunset Milha de Ouro-- acompanha o dia a dia de uma imobiliária de alto padrão de Beverly Hills, onde só trabalham corretoras de imóveis que parecem ter saído de um catálogo de moda. Todas elas são lindas, vestem roupas caras e vivem em conflito por conta das fofocas que fazem sobre os relacionamentos umas das outras. É uma versão moderna do universo das Kardashians, mas com massa encefálica.

E entre as corretoras está Crishell Stause. Ela é a protagonista e o grande nome deste elenco. Logo no primeiro episódio, a ex-atriz se apresenta como mulher do astro de This Is Us e tem sua transição de profissão como o mote da primeira temporada. Por ser nova no ramo, tem uma discussão de baixíssimo nível com a colega de trabalho Christine Quinn. Bêbadas em uma festa, trocam ofensas dignas do Casos de Família, do SBT.

Cena dos créditos finais da segunda temporada de Selling Sunset, anunciando detalhes do que está por vir

Na segunda leva de episódios ela surge mais confiante de si, mostrando-se capaz não somente de vender mansões de 5 milhões de dólares, como também de enfrentar as fofoqueiras da imobiliária. 

Tudo parecia fluir bem com a mocinha Crishell até que os créditos finais do último episódio da atual temporada entregam o que a terceira leva de episódios reserva: o anúncio do divórcio dela com o astro de This Is Us.

Prevista para agosto, a terceira temporada mostrará suas amigas e rivais da imobiliária descobrindo detalhes da separação por meio de sites de fofocas dos Estados Unidos. E os comentários variam desde uma pequena compaixão até algo totalmente sórdido e desumano, feito por Davina Potratz, a mais repugnante de todas as corretoras.

Nos spoilers antecipados pela Netflix, Crishell lamenta o término e deixa a mansão em que vivia com Justin para se isolar em um quarto de hotel. "É muita coisa, porque todo mundo sabe que eu o amo muito. Ele era meu melhor amigo. Com quem eu falo agora?", diz ela a Mary Fitzgerald, sua confidente dentro da imobiliária. Amanza Smith, novidade da segunda temporada, também a oferece suporte.

A revelação dos motivos será feita na terceira temporada. E a pergunta feita por Mary entrega isso. "Ele não disse nada?", questiona à recém-divorciada, que apenas responde positivamente movimentando a cabeça.

Hartley deu entrada no pedido de divórcio em novembro, alegando diferenças irreconciliáveis. No documento, disse estar separado de Crishell desde 9 de julho de 2019, gerando estranheza por parte da imprensa norte-americana, já que eles compareceram a diversos eventos juntos na condição de casal muito após a data informada, como o Emmy Awards, em 22 de setembro, e uma festa pré-Globo de Ouro, em 14 de novembro.

Assista ao trailer (em inglês) da segunda temporada de Selling Sunset:


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?