Quem vai ficar com Pedro?

Leopoldina x Domitila: Letícia Colin e Agatha Moreira defendem personagens

Raquel Cunha/TV Globo

Domitila (Agatha Moreira) e Leopoldina (Letícia Colin), as grandes rivais de Novo Mundo - Raquel Cunha/TV Globo

Domitila (Agatha Moreira) e Leopoldina (Letícia Colin), as grandes rivais de Novo Mundo

ODARA GALLO - Publicado em 19/07/2017, às 06h37

A rivalidade entre duas mulheres pelo coração do príncipe dom Pedro (Caio Castro) saiu dos livros de história e ganhou lugar na televisão com o avanço do enredo de Novo Mundo. Domitila e Leopoldina estão em lados opostos na trama, e as intérpretes Agatha Moreira e Letícia Colin compraram a briga e toparam defender o lugar de suas personagens ao lado do príncipe, destacando os atributos de cada uma.

Domitila, que ficou conhecida como a amante "favorita", representa a paixão arrebatadora, com boa dose de vilania. Já Leopoldina tem a seu favor o amor incondicional, o fato de manter a família estruturada quando tudo parece desmoronar e de colocar a felicidade do marido acima da sua própria.

Na vida real, boa parte dos brasileiros do século 19 tinha verdadeira adoração pela princesa e não aceitava a relação extraconjugal de dom Pedro. O caso com Domitila, inclusive, é apontado por historiadores como a causa da piora de saúde que levou Leopoldina à morte, após ter sido obrigada a conviver com a amante do marido.

Já na ficção, as duas figuras são dotadas de atrativos que fazem a cabeça do mulherengo filho de dom João (Leo Jaime). Várias vezes, o príncipe já se mostrou dividido entre os sentimentos por uma e por outra na trama das seis.

raquel cunha/tv globo

Domitila (Agatha Moreira) descobriu paixão por dom Pedro (Caio Castro) em Novo Mundo

Paixão de verdade
Agatha Moreira fala sobre o passado sofrido da personagem real para defender sua Domitila da ficção. "Ela se tornou uma grande vilã na trama. Mas foi uma mulher que sofreu muito, que apanhou do marido durante dez anos", argumenta a intérprete.

"Ela é uma mulher que não criou valores. Com 15 anos de idade, foi dada em casamento a um cara rude, que a estuprou, batia nela", completa. "Então, eu não a julgo por aproveitar as oportunidades que apareceram na vida", opina.

Sobre a relação com dom Pedro, a atriz acredita que um sentimento verdadeiro une o casal. "No fundo, ela se apaixonou realmente pelo Pedro, e ele por ela. Então, qual é o problema de duas pessoas quererem viver esse amor, não é mesmo?", finaliza.

reprodução/tv globo

Leopoldina (Letícia Colin) e Pedro (Caio Castro) comemoram após o parto difícil de Januária

Amor saudável
Letícia Colin tem o carisma de Leopoldina (tanto a da realidade quanto a da ficção) a seu favor. A princesa que lutou pela independência do Brasil também passa por cima das próprias vontades em nome do amor que sente pelo príncipe.

"Ela tem o entendimento das outras esferas desse homem. É uma relação que ela propõe com muito respeito à individualidade", explica a atriz. "Leopoldina é mais madura, mais sábia. Entende os rompantes que Pedro tem", continua.

"Ela é uma mulher que ama tendo a consciência de que não pode escravizar a pessoa. É um amor muito saudável. A Leopoldina ama bem", define a intérprete.

Últimas de Novo Mundo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é a mãe mais surtada de Amor de Mãe?
Thelma
80.47%
Lurdes
9.58%
Vitória
1.97%
Leila
7.99%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook