Novela das sete

Alto Astral: Tina teve gêmeos e volta a ser suspeita de ser mãe de Laura

Reprodução/TV Globo

Nathalia Dill (de costas) e Elizabeth Savala em cena de Alto Astral; Tina voltará a ser suspeita - Reprodução/TV Globo

Nathalia Dill (de costas) e Elizabeth Savala em cena de Alto Astral; Tina voltará a ser suspeita

REDAÇÃO - Publicado em 04/04/2015, às 05h44

Reviravolta nos próximos capítulos de Alto Astral, novela das sete da Globo. Tina (Elizabeth Savalla) voltará a ser suspeita de ser a mãe que a mocinha Laura (Nathalia Dill) tanto procura. Em uma conversa com Itália (Sabrina Petraglia), a dona de casa revelará que seu filho Nicolas (Hugo Bonemer) foi gerado em uma gravidez de gêmeos e que o segundo bebê, uma menina, teria morrido. Ela dirá que viu a menina viva logo após o parto, mas que seu marido, Pedro (Kadu Moliterno), cuidou de tudo após a suposta morte. Ou seja, Pedro pode ter mentido e entregue o bebê para adoção.

Antes dessa passagem, será revelado que Úrsula (Silvia Pfeifer) seria a mãe de Laura. Pressionada, a empresária irá até a casa da jornalista e justificará a rejeição à menina por ter sido estuprada. “Seu pai me estuprou, Laura! É isso mesmo! Seu pai. Ele não valia nada!”, dirá. “Eu tinha nojo de você. Não podia olhar pro seu rosto. Eu sei que é horrível, mas sumir com você era a única coisa que eu podia pensar naquele momento!”. A versão de Úrsula, no entanto, será colocada em xeque imediatamente, principalmente pelo avô de Laura, Vicente (Otávio Augusto), que tem certeza que a verdadeira mãe da neta é Adriana (Totia Meireles), mas a médica sempre nega a informação.

Itália, Nicolas e Tina estarão conversando sobre a revelação de Úrsula quando a novidade virá à tona. "E a Laura achando você era a mãe dela. Que loucura!", afirmará o fotógrafo para Tina. "Loucura mesmo. A mamãe só teve um filho biológico: você", completará Itália. Nicolas a corrigirá, dizendo que teve uma irmã gêmea. "Nem vale a pena lembrar, Nicolas", pedirá Tina. Itália ficará curiosa, e Tina terá que se abrir: "Nicolas tinha uma irmã gêmea. Ele nasceu saudável, mas a menina faleceu logo após o nascimento. Ainda cheguei a ver ela viva. Rapidinho, mas vi. Ela e o Nicolas eram tão diferentes, dava pra perceber, até a cor dos olhos, isso eu lembro. Gêmeos bivitelinos". 

No diálogo, a mãe de Nicolas dará uma pista dos motivos que podem ter levado Pedro a se livrar do bebê. "Nem cheguei a ver o bebê depois que faleceu, Pedro cuidou de tudo, não quis que eu visse. Acho que foi a única preocupação que o Pedro teve em relação aos meus sentimentos. Fiquei bem abalada", lembrará Tina.

"O papai não queria filhos, imagina um casal de gêmeos", completará Nicolas. "Pois é, me lembro muito bem da reação do Pedro quando eu disse que tava grávida de dois. Ficou desesperado. Por ele, eu nem teria engravidado", revelará Tina. "Papai nunca mostrou nenhuma tristeza quando falava da minha irmã. É capaz até de ter ficado aliviado que ela morreu depois do parto", finalizará o fotógrafo. O suspense sobre quem é a verdadeira mãe de Laura voltará a imperar na novela das sete, que termina em maio.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook