Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Adrenalina

Paulo Vilhena se arrisca de verdade em cenas da série policial A Teia

Bob Paulino/TV Globo

O ator Paulo Vilhena durante o lançamento da novela Morde & Assopra, em 2011  - Bob Paulino/TV Globo

O ator Paulo Vilhena durante o lançamento da novela Morde & Assopra, em 2011

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 24/10/2013 - 1h12

Paulo Vilhena diz que seu personagem na série policial A Teia, da Globo, foi muito difícil de fazer. “Requisitou uma energia meio pesada de lidar”.

A atração estreia em janeiro e tem uma temática violenta, retratando o dia a dia de uma quadrilha de criminosos, com cenas de assaltos e tortura.

O ator afirma que abriu mão de dublês em muitas situações da trama. “Fiz uns três capotamentos de caminhão, muitos tiroteios e cenas em um helicóptero, jogando gente lá de cima.”

A Teia foi apresentada no início do ano como um dos grandes projetos de teledramaturgia da Globo para 2013, mas teve seu lançamento adiado para o começo do ano que vem. Todo o seriado já foi gravado e está em fase de finalização.

O ator estava fora da televisão desde o fim da novela Morde & Assopra (2011). Na trama, ele dá vida a Marco Aurélio Baroni, um criminoso inteligente e sedutor, que é investigado pelo delegado Jorge Macedo (João Miguel).

Rogério Gomes, o Papinha, é o diretor-geral da atração, que é de autoria de Carolina Kotscho e Bráulio Mantovani. 

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
De vendedor de pastéis a diretor de cinema: Por onde anda o elenco de Malhação 2008?Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas