Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ERROS GRAMATICAIS

Mario Frias 'agradeçe' ministro e vira piada na internet

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Mario Frias em ensaio fotográfico

Mario Frias, secretário Especial da Cultura de Jair Bolsonaro, virou piada após cometer vários erros gramaticais

REDAÇÃO

Publicado em 6/7/2020 - 20h58

Mario Frias virou piada na internet nesta segunda-feira (6) após cometer uma série de erros gramaticais no Twitter. O secretário Especial da Cultura de Jair Bolsonaro "agradeçeu" o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, disse que está "a pouco tempo" na rede social e fez um desabafo, afirmando que "solidão e fracasso deve ser algo difícil de lidar".

A polêmica começou no início da tarde, quando o secretário compartilhou uma publicação feita por Freitas no Twitter, na qual o ministro divulga a concessão da BR-101, entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. "Parabéns Tarcísio, SC agradeçe", disse Frias. Minutos depois, ele apagou o tuíte com os erros e publicou novamente, desta vez com a grafia correta da palavra "agradece"..

Horas depois, ele fez uma nova publicação com um desabafo aos haters que criticaram o erro anterior. "Estou nessa plataforma a pouco tempo e nunca imaginei que seria tão divertido bloquear idiotas. Gente que legal isso", escreveu o ex-contratado da Globo. O correto seria "nesta rede social", "há pouco tempo" e acrescentar uma vírgula após o "gente". A publicação foi apagada posteriormente.

No início da noite, mais um erro foi cometido. Enquanto criticava a imprensa, Mario disse que "solidão e fracasso pessoal deve ser algo difícil de lidar", sem colocar o verbo dever no plural.

Os erros viraram piadas nas redes sociais e internautas associaram o caso aos erros cometidos pelo ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, que já digitou "imprecionante", "insitaria", entre outros equívocos gramáticais.

Confira os erros de Mario Frias:

REPRODUÇÃO/TWITTER

Mario Frias cometeu vários erros gramaticais em sua conta do Twitter nesta segunda-feira (6)

Confira a repercussão do caso nas redes sociais:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?