Parada dos sucessos

The Voice Brasil estoura cota de músicas internacionais

Divulgação/TV Globo/Cynthaa Salles
Sam Alves e Marcela Bueno cantam Thousand Years; a música permanece entre as mais baixadas do iTunes
Por GILVAN MARQUES e DANIEL CASTRO, em 22/11/2013 · Atualizado às 17h45

A edição de ontem (21) do reality show The Voice Brasil estourou a cota de músicas internacionais estabelecida pelo próprio programa. O Notícias da TV apurou que existe uma meta interna para que as canções internacionais não ultrapassem 35% do total. Ontem, foram quatro músicas em português e quatro em inglês.

O reality show busca audiência (é a segunda maior da Globo, só atrás de Amor à Vida) com um equilíbrio entre músicas brasileiras e estrangeiras. Assim, consegue ter uma "cara" pop, que o diferencia dos demais programas do gênero, e atrai jovens. Se tivesse mais MPB, The Voice Brasil não seria tão "antenado" com as paradas e tendências musicais.

Além disso, a opção por músicas em inglês é mercadológica. Dos dez singles mais vendidos no iTunes brasileiro, sete são de The Voice. Dessas, apenas uma é cantada em português. 

No programa de quinta-feira, foram entoadas em inglês Eleanor Rigby, dos Beatles, One/Isn't She Lovely, de Stevie Wonder, Girl on Fire, de Alicia Keys, e Titanium, de David Guetta.

A opção pelas músicas em inglês, no entanto, gera críticas. Uma ala acredita que a cultura brasileira deveria ter mais espaço e ser mais valorizada.

Intelectuais que acompanham o programa utilizam as redes sociais para criticar a preferência. "Eles [os jurados] gostam de quem canta em inglês. Saco", disse a jornalista Flávia Oliveira, recebendo o apoio do também jornalista Artur Xexéo, ambos de O Globo.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Compartilhe:

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links.

Frozen líder

Vencedora de dois Oscars em 2014 e quinta maior bilheteria da história do cinema (US$ 1,27 bilhão), a animação Frozen (2013), da Disney, foi líder de audiência na TV por assinatura em sua primeira exibição no canal pago Telecine Premium, em 8 de novembro, segundo o Ibope 15 Mercados. A reprise, no dia seguinte, ficou em segundo lugar na classificação geral e primeiro entre os canais de filmes.