Parada dos sucessos

The Voice Brasil estoura cota de músicas internacionais

Divulgação/TV Globo/Cynthaa Salles

Sam Alves e Marcela Bueno cantam Thousand Years; a música permanece entre as mais baixadas do iTunes - Divulgação/TV Globo/Cynthaa Salles

Sam Alves e Marcela Bueno cantam Thousand Years; a música permanece entre as mais baixadas do iTunes

GILVAN MARQUES e DANIEL CASTRO - Publicado em 22/11/2013, às 15h13 - Atualizado às 17h45

A edição de ontem (21) do reality show The Voice Brasil estourou a cota de músicas internacionais estabelecida pelo próprio programa. O Notícias da TV apurou que existe uma meta interna para que as canções internacionais não ultrapassem 35% do total. Ontem, foram quatro músicas em português e quatro em inglês.

O reality show busca audiência (é a segunda maior da Globo, só atrás de Amor à Vida) com um equilíbrio entre músicas brasileiras e estrangeiras. Assim, consegue ter uma "cara" pop, que o diferencia dos demais programas do gênero, e atrai jovens. Se tivesse mais MPB, The Voice Brasil não seria tão "antenado" com as paradas e tendências musicais.

Além disso, a opção por músicas em inglês é mercadológica. Dos dez singles mais vendidos no iTunes brasileiro, sete são de The Voice. Dessas, apenas uma é cantada em português. 

No programa de quinta-feira, foram entoadas em inglês Eleanor Rigby, dos Beatles, One/Isn't She Lovely, de Stevie Wonder, Girl on Fire, de Alicia Keys, e Titanium, de David Guetta.

A opção pelas músicas em inglês, no entanto, gera críticas. Uma ala acredita que a cultura brasileira deveria ter mais espaço e ser mais valorizada.

Intelectuais que acompanham o programa utilizam as redes sociais para criticar a preferência. "Eles [os jurados] gostam de quem canta em inglês. Saco", disse a jornalista Flávia Oliveira, recebendo o apoio do também jornalista Artur Xexéo, ambos de O Globo.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Esquadrão Bizarro

Esquadrão Bizarro

Ficha técnica: Série, EUA/Canadá, 2014. Criação: Tim McKeon, Adam Peltzman. Elenco: Dalila Bela, Filip Geljo, Millie Davis, Anna Cathcart e Isaac Kragten. Disponível no Gloob Play e no Now.

Sinopse: O Esquadrão Bizarro é uma organização formada por agentes pré-adolescentes que resolvem problemas peculiares sempre usando conhecimentos e habilidades de matemática. Eles também frequentam um laboratório e usam equipamentos supertecnológicos criados por cientistas durante suas investigações.

Por que assistir: Os episódios de cerca de dez minutos sempre apresentam casos diferentes e criativos que prendem a atenção dos pequenos telespectadores, como de pessoas sugadas por um videogame ou de um agente que se transforma em sofá. Premiada por melhor performance de atores infantis, direção, figurino e maquiagem pelo Daytime Emmy Awards, a atração é um sucesso internacional.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Amor acaba

Gillian Jacobs e Paul Rust em Love; comédia termina com a terceira temporada - Divulgação/Netflix A terceira temporada de Love será a última. A comédia da Netflix, do showrunner Judd Apatow (Girls), retornará com novos episódios em 9 de março, com a oportunidade de dar um desfecho apropriado à história ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook