Wanderlust

Wanderlust

Ficha técnica: Drama, Inglaterra, 2018. Criador: Nick Payne. Elenco: Toni Collette, Steven Mackintosh, Zawe Ashton, Joe Hurst, Paul Kaye, Emma D'Arcy, Andy Nyman. Disponível na Netflix.

Sinopse: Depois de anos juntos, três filhos e uma situação financeira confortável, os cinquentões Joy (Collette) e Allan (Mackintosh) entram em crise sexual. A cama esfriou, mas o amor permanece. Contra o divórcio, eles decidem abrir a relação e experimentar novos pares. 

Por que assistir: A série é uma produção da BBC, e isso já diz muita coisa. O texto é impecável e faz o telespectador refletir sobre os dilemas da sexualidade de quem está na faixa dos 50 anos e levando uma vida monogâmica e desgastada. Toni Collette, na pele da terapeuta Joy, é uma anti-heroína que põe sua vida pessoal e profissional em risco ao dar vazão à sua sexualidade reprimida.

Outras recomendações

The Kominsky Method

The Kominsky Method

Ficha técnica: Comédia, EUA, 2018. Criador: Chuck Lorre. Elenco: Michael Douglas, Alan Arkin, Sarah Baker, Nancy Travis, Danny DeVito, Lisa Edelstein, Emily Osment. Disponível na Netflix.

Sinopse: Dois amigos de longa data ficam mais próximos após uma tragédia afetar a vida pessoal de um deles. Sandy Kominsky (Douglas) é um ator veterano que virou professor, e Norman Newlander (Arkin) é seu melhor amigo e empresário.

Por que assistir: Criada por Chuck Lorre (criador de The Big Bang Theory), The Kominsky Method é um deleite. A série diverte e dá lições de moral enquanto conta as idas e vindas de uma bela amizade na velhice, cheia de sarcasmos, provocações e muito bom humor. O elenco de apoio é excelente, com veteranos (como Danny DeVito) e jovens (Emily Osment).

Brinquedos que Marcam Época

Brinquedos que Marcam Época

Ficha técnica: The Toys That Made Us. Série documental, EUA. Criação: Brian Volk-Weiss. Narração: Donald Ian Black. Disponível na Netflix.

Sinopse: A cada episódio, a série mostra como surgiu uma linha de brinquedos que revolucionou o mundo, das bonecas Barbie aos blocos de montar Lego, passando por bonecos de Star Wars e Star Trek e pela japonesa Hello Kitty.

Por que assistir: A produção tem depoimentos de várias pessoas que trabalharam nas linhas dos brinquedos, desde designers a donos das empresas. Com muito senso de humor e uma narração inspirada do comediante Donald Ian Black, Brinquedos que Marcam Época é um prato cheio para colecionadores e para quem quer voltar à infância por cerca de 50 minutos.

She-Ra e as Princesas do Poder

She-Ra e as Princesas do Poder

Ficha técnica: Animação, EUA, 2018. Criação: Noelle Stevenson. Vozes de: Aimee Carrero, Karen Fukuhara, AJ Michalka, Marcus Scriber, Reshma Shetty, Lorraine Toussaint, Sandra Oh. Disponível na Netflix.

Sinopse: Criada como um soldado da maligna Horda, a princesa Adora vê sua vida mudar por completo ao encontrar uma espada mágica que a transforma na poderosa She-Ra. Agora, ela precisa reunir um time de princesas para combater os vilões, mas lida com o peso de ter abandonado sua melhor amiga do outro lado da guerra.

Por que assistir: O remake do desenho dos anos 1980 ganha força por se aproveitar da onda de empoderamento feminino para vender um time de heroínas. Mas a animação também tem senso de humor e sabe rir de si mesma. Um ótimo programa para toda a família se reunir no sofá.

Confira todas as Recomendações

+ Lidas

Notícias da TV

Redes sociais